Categorias
BlackPink

O próprio BlackPink pergunta: “Como vocês gostaram disso?”

Nossas expectativas eram baixas, mas olha…

Depois de mais de um ano desde o comeback anterior com Kill This Love, BlackPink está de volta com o primeiro single, um pré-release, do seu primeiro álbum de estúdio, que está programado para setembro (Ou até o YG cansar disso e adiar o lançamento).

A faixa escolhida foi How You Like That e buscarei fazer uma análise bem feita. Musicalmente dizendo, não é uma das melhores faixas, das meninas, tivemos As If It’s Your Last e Playing With Fire que, a meu ver, dão de 10 a 0 nessa aqui. Com produção do Teddy, principalmente, mas o que chamava mais atenção foi o R.Tee, que produziu uma das melhores faixas ano passado, o instrumental mescla acordes épicos bem contidos, com uma pegada indiana no rap da Lisa.

A faixa é mais contida durante a parte vocal, em que a Jennie, Rosé e Jisso dividem as linhas, deixando o rap exclusivo para a Lisa. O que me pegou, o famoso “Nossas expectativas já eram baixas, mas p*** m***a!” foi o refrão, em que eu resumo ele como fraco. Ele é muito sem emoção, é um drop bem estranho e nada do que esperamos do grupo, nem para o lado positivo, indo bem para o lado negativo (Para se ter uma ideia, eu senti a mesma coisa com Oh my god do (G)I-dle).

Sobre o MV, para não perder o costume, é muito bem feito, mas faltou apenas o BlackPink nele. Quando falamos dos MVs das meninas, pensamos em Kill This Love ou Ddu-Du ddu-Du, aquela coisa elegante, bem feita, cheia de teorias e tudo mais. Com How you Like That, eu consigo encaixar qualquer grupo ali no meio: Everglow, CLC, GFriend caso lançassem Labyrinth como single, Red Velvet encarnando um Zimzalabim mais rave, ou seja, se eu tirar o BlackPink, fica um vídeo clipe morno.

Eles trabalharam muito bem com o jogo de cores, isso é fato, o rap ficando com algo mais claro, as cenas vocais melodramáticas com cores mais frias, o refrão final com algo mais dark-color, como fim de filme de aventura. A cena mais bonita, a meu ver, foi a da Rosé diante das asas.

É claro que escutarei mais a música, que eu gostarei delas futuramente e, quem sabe, ela faça mais coerência no álbum do que fora (Conhecendo o Kpop, não se tem muito disso, mas quem sabe). Mas dizer que esse é o melhor comeback e o melhor MV das meninas(como todo mundo está dizendo), sinto muito, vão esperar dormindo porque eu não direi isso tão cedo, se é que direi.

Atualização 1: Não sou de fazer isso, até porque ninguém volta (A não ser eu) para reler algumas pautas porque achou boa demais. Porém, o MV já conta com 35 milhões de views em menos de 8 horas. Contando que há views travadas, creio que BP passe o clipe de BTS esse ano, mesmo ON tendo sido lançado no início do ano e as bonitas devem bater o recorde de MV mais visto nas primeiras 24 horas que, por hora, está nas mãos de Boy With Love, também do BTS.

***

Sairei do tema principal, mas isso é mais importante.

Pessoal, para quem me acompanha nas redes sociais, sabem que eu me posiciono em muitos casos, eu não poderia deixar de relembrá-los da situação em que estamos passando, com os protestos nos EUA, no Brasil e em demais lugares do mundo. Estou fora do meu local de fala e posso fazer pouco perante isso. Contudo, não podemos esquecer que o pouco que façamos já é uma ajuda, mesmo que dentro da nossa limitação.

Para ajudar o Black Lives Matter/Vidas Negras Importam, acessem o site e vejam o que é possível para ajudar na causa, mantenham-se informados, compartilhem isso. É o que peço, muito obrigado, e até um próximo post.

3 respostas em “O próprio BlackPink pergunta: “Como vocês gostaram disso?””

Eu reclamaria menos de 1 comeback por ano se pelo menos elas viessem com algo novo e criativo.

A fórmula tá batida, foi legal nos primeiros lançamentos mas já estou cansada da mesma coisa. E o pior é que eu sei o quanto o BP tem potencial para ser mais do que a YG quer fazer com elas, mas essa estratégia preguiçosa dá lucro e infelizmente não vejo mudanças significativas no futuro

É até irônico vindo de uma empresa como a YG, que se firmou na base que seus idols eram “artistas de verdade” e que a musicalidade era o mais importante.

Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s