Categorias
Álbum Review BlackPink

Comentando ”THE ALBUM”, o primeiro full álbum do BlackPink

E aí, meu povo, como estão? Ainda pensando como isso aqui é um full álbum quando temos EPs com essa mesma quantidade de faixas, ou ao menos 6 músicas sem ser um interlude e um intro?

Como comentei anteriormente, BlackPink está de volta com o seu primeiro full álbum. De todos os problemas que poderíamos ter com esse comeback, eu esperava todos mesmo, sem exceção, ainda mais quando descobrimos que teríamos apenas 6 inéditas, além das duas já conhecidas. No final, não recebemos tantos problemas, a não ser o básico do The Album já sendo distribuído ao redor do mundo antes do lançamento oficial, mas todo artista internacional tem esse problema. O melhor foi nada ter vazado, nem músicas, nem os photoshots.

Então, vamos logo comentando cada faixa adicional? Para quem quiser, temos aqui, aqui e aqui as demais reviews das outras músicas lançadas por elas.

A primeira é Pretty Savage, a faixa é começa devagar com um toque retrô, semelhante aqueles de terror da Família Adans, com uma pegada forte, impactante. Com fortes referências de de instrumentos de sopro, como saxofone, clarinete elétrico e flauta, a faixa vai construindo uma ambientação forte, com todo o poder que elas conseguiam transmitir. Para mim, pode rolar um Special Clip de terror dia 31 de outubro que vou gostar bastante.

Bet You Wanna é o feat com a Cardi B, provavelmente aquela com o maior hype possível pela participação da rapper. É uma faixa que aos poucos vai dialogando com ambas as discografias de cada integrante. BlackPink traz o lado mais pop bubblegum, como vimos em Ice Cream e a Cardi traz o trap mais intenso em seu rap. A faixa lembra muito aquela seingles teen que a Disney desovava para final de filme, é uma faixa que emana nostalgia, é uma forma interessante de entregar o feat.

A próxima é Crazy Over You e ela já me lembra aquele remix mal feito de Ddu-Du Ddu-Du. Então o Teddy veio e reciclou aqui com muita força de vontade da preguiça. A faixa vai tendo um crescimento intenso, ela lembra muito a construção de How You Like That, uma faixa que vai crescendo, até o refrão ser um drop intenso e nada a ver com o resto da música. Se o drop fosse mais intenso, podem ter certeza que essa seria a title track sem pensar muito. A faixa acaba sendo divertida por não ser inédita e por não ser single, então ponto para BlackPink.

Love To Hate Me é uma faixa mais ou menos fora da curva do BlackPink. Se ela fosse mais puxada ao R&B, seria facilmente uma b-side do Red Velvet. Ela tem forte presença do EDM e do hip-hop, assim como as demais, mas ela não grita blackPink para mim. Não simboliza que é um descarte de qualquer grupo feminino.

Por fim (Mas já?!), encerramos com You Never Know. Ela é a uma midtempo mais vocal, toda a construção dela é simples, vai criando uma aura gostosa de ouvir, é uma boa faixa para encerrar um álbum.

Nota fina: 85/100

Com faixas que conversam com a discografia do grupo, também apresenta faixas que acabam sendo mais fora da curva para as meninas, o THE ALBUM foi uma jogada excelente para as meninas, pois elas conseguiram trabalhar sonoridades condizentes com a discografia delas, mas também trouxeram fortes referências e sons novos. Um álbum que deve render ao menos uns dois MVs amais se a Interscope colocar um pouco amais de pressão, ou se não, uns Special Clips baseados na coreografia de cada música.

Uma resposta em “Comentando ”THE ALBUM”, o primeiro full álbum do BlackPink”

A preguiça da YG é tão grande que eles nem pra rechearem esse álbum com mais duas músicas pra que o título de álbum valha a pena e tenha no mínimo meia hora de música nele. Mas, deixando a incompetência da dita-cuja de lado, os destaques desse EP pra mim são a title com produção do Guetta, a parceria com a Cardi B, “Crazy Over You” (aqui elas acertaram no noona fodona concept), e “You Never Know”, que foi um bom encerramento pro “””álbum”””

Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s