Categorias
Mamamoo

Wheein e Moonbyul lançam seus solos nesse janeiro nada pacato

E aí, meu povo, como estão? Bora comentar sobre duas solistas que também estão com seus trabalhos inéditos?

Whee In voltou com seu segundo mini álbum já em sua carreira como solista. A saída dela da RBW ainda é uma dúvida para mim, talvez ela quisesse ser mais solista mesmo, e a empresa precisava dividir espaço com outras 3, fora os grupos, então ela estar em uma empresa nova, pode ser que ela tenha essa liberdade para lançar quando quiser seus singles.

Make Me Happy é a verdadeira faixa de cafeteria que você coloca para animar enquanto toma uma cafezinho maroto, e junta nesse porão que socaram a WheeIn, com várias flores, vários vestidos lindos, vários tudo de bom, essa mulher está tão brega que chega a ser engraçado ela usando aquele vestido de flores igual Midssomar, queria saber quem teve a ideia? Eu real não a via sendo a gostosona do rolê, batendo a raba como a Hwasa, mas fico feliz de ela sair da zona da baladinha vocal sem sal, e dando um pouco amais de charme e de visual nas músicas.

E o EP é bem longo, apesar do interlude perdido no meio. Ela entrega melodias gostosas, simplesinhas, e isso perdura o EP como um todo, é uma grande discografia de cafeteria, e talvez seja isso o que tem vontade de lançar, então feliz por ela. Melhor foi que eu amei o EP, achei muito good vibes. Pink Cloud fica como indicação minha.

Moonbyul lançou uns dois pré-releases para o seu mini álbum. E teve vários feats, aliás, o que é bem bom. E começaremos com as nossas opiniões. Essa G999 é totalmente uma música direta de Um Maluco no Pedaço, a música é bem divertida, e faz bem o estilo da Moonbyul, não aquela baboseira mais NCT que ela lançou há uns dois anos.

ShutDown também é uma faixa divertida, ela é mais melódica do que a primeira release, mas também temos que ver que a Byul é do Mamamoo, né? Até ela como rapper tem O vocal, então ela sabe carregar uma faixa assim. E esse MV todo casalzinho é a coisa mais cute que poderiam fazer em um queerbait.

E a title mesmo, Lunatic, é uma faixa que não tinha me agradado nos teasers. Mas ouvir ela inteira, mostra como a Byul consegue carregar bem melhor esse estilo debochado de um pop bubblegum que conversa com o retrô mais hip-hop do que o trap contemporâneo, mesmo que o drop no rap tenha sido terrível aqui.

Mas eu acho até passável vendo o conjunto todo da obra, a música é muito boa, e o clipe é divertido de ver. Em alguns pontos ela se deixa levar a sério, mas certeza que é um clipe que ela se divertiu em fazer, e isso vale muito.

Até a intro é uma faixa boa, achei muito chique, aliás. E claro que as duas não inéditas, que é For Me e Ddu 3X são faixas mais vocais, mas as duas ainda seguem esse estilo retrô despojado dela, o que é uma delícia sentir essa coerência.

E as duas solistas fizeram bem em seus álbuns, não tem do que reclamar, independente se gostar ou não dos estilo. E claro, sabendo que a Solar e a Hwasa lançam as pistas dançantes, podemos deixar para elas o lado mais chique e conceitual da porra toda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s