Categorias
Ariana Grande Álbum Review

Comentando ”Position”, o 6º álbum de estúdio da Ariana Grande

E aí, meu povo, como estão? Posicionados para esse mais novo trabalho da Ariana?

Comecemos com Shut Up. É uma faixa que conversa muito com violino, parece mais uma intro estendida do que uma música em si, lembra muito música de abertura de novela de época. A melodia acaba sendo constante, e o refrão repetido nos shut up acaba cansando muito. 34+35 é a próxima. Essa parece um descarte total do Thank You, Next, mais pela estrutura do que pela sonoridade, apesar de aqui ser uma mescla de trap com um R&B bem lá longe.

E vamos de motive, um feat com a Doja Cat. A faixa mantém R&B, mas de uma forma mais linear. A faixa prometia mais, ainda mais pela Doja estar nela, mas uma bpms amais seria ótimo para dar uma elevada. A próxima é just like magic e, olha, segue o mesmo detalhe de Motive. Ela consegue carregar a música pelo vocal, os melismas finais acabam dando um UP, mas a faixa fica monótona até o final dela.

O próximo feat é com The Weeknd em off the table. Não recebemos um Love Me Harder 2.0, mas é uma música sensual no ponto e acaba sendo um UP bem forte nesse ponto, mas não chega a ser tão impactante. E vamos de six thirty, um R&B bem clássico, em que ela conseguiu trabalhar bem os melismas.

Último feat foi com Ty Dolla $ign em safety net, e essa conseguiu ser a melhor faixa até aqui, pois ela é mesmo uma música, não ficou arrastada, mas também não ficou curta demais. my hair acaba sendo outra faixa R&B, em que a Ariana mostrou que tem vocal. Basicamente as balada vocal que as solistas colocam nos álbuns.

E vamos com nasty, é faixa apresenta bpms animados, mas fica parado no mesmo ritmo, assim como west side, em que parecemos ter a mesma construção. Diferente, ou nem tanto, de love language, que anima bastante, mas ela tem uns pontos que dava para colocar uns crescendos até estourar num baladão.

Obvious e pov seguem a mesma estrutura: R&B com melismas.

Nota final: 50/100.

Acho que nem se eu fizer um time machine da Ariana Grande com os demais álbuns dela eu darei nota tão baixa assim (Ainda tem o Sweetener, não lembro muito dele para descer a porrada, até porque ele carrega muito conceito em suas faixas que dão um UP forte). Para quem é um arianator, fico chateado que ela está dando faixas tão abaixo da média, Ariana Grande é uma das cantoras mais fortes ultimamente, não era para fiar queimando demos dessa forma.

Os pontos positivos são: álbum coeso e coerente, embora fazer álbum coeso e coerente não significa ficar preso a um único estilo. Ontem fiz a review do Eyes Wild Open do Twice e elas usaram muito do Disco Music, mesmo não ficando presas num único estilo. Outro ponto é que finalmente a Ariana entregou um álbum R&B, mesmo que ela poderia facilmente ter roubado umas demos do povo e dado um UP. Além do mais, R&B não é apenas faixas assim, eles trabalham muito sonoridades que elevam o teor da música.

Decepcionado estou com o álbum, consegue ser o álbum mais sem graça dela, tanto que não tem “Ah, essa aqui vai ser o próximo single”, pois apenas positions tem cara de single. Então, ou já adianta o próximo álbum, ou faz como o Sweetner, faixas singles bem chicletes, umas duas b-sides no mesmo nível e o resto deixa seus R&B que te agradam.

***

Oi, pessoal, como vocês estão? Então, vim aqui fazer uma promoção minha. Para quem não sabe, eu também sou escritor autônomo e independente, possuo algumas histórias publicadas no Wattpad e no Nyah! Fanfiction. Deixarei os links abaixo para quem quiser me seguir lá e me acompanhar, estarei fazendo postagens novas, além de revisões das histórias já lançadas.

Agradeço desde já, do fundo do meu coração, quem puder fazer isso.

Clique aqui para ir ao Nyah! Fanfiction!

Clique aqui para ir ao Wattpad!

2 respostas em “Comentando ”Position”, o 6º álbum de estúdio da Ariana Grande”

Fiquei triste que este álbum foi sem graça… Tinha gostado de Dangerous Woman, odiado Sweetener e amei o thank u, next… Agora do jeito que eu tô eu sei que vou acabar escutando o álbum até cansar porque queria muito curtir ele (foi a mesma coisa com o álbum passável da Selena Gomez no começo do ano…), ou eu só dou outra chance pro sweetener… Ou tento escutar o da Lady Gaga de novo… Não sei… Me decepcionei bastante muito porque ficou bem menos expressivo (seja para o bem quanto para o mal) do que eu esperava…

De álbuns dos EUA (ou do ocidente em geral), o que você tem mais escutado deste ano?? Acho que Dua Lipa, Conan Gray e Rina Sawayama (e a Doja, se contar o Hot Pink do ano passado) carregaram tudo nas costas porque, meu deus, quanta coisa que dá preguiça… (só a Lady Gaga e a Katy que eu achei umas músicas legais apesar de não ter curtido o resultado final do álbum como um todo).

Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s