Categorias
Álbum Review Monsta X

Álbum Review: Monsta X – Follow

Devido a problemas de saúde de um dos integrantes, o comeback do grupo foi adiado para semana que vem, dia 26 se não me engano. então, aproveitando o hype em cima, vamos para mais uma análise?

Title e MV:

Os meninos começaram a era com o pré-lançamento, e também sub-title, Find You. Inicialmente, eu havia achado a música fraca, mesmo se tratando de uma alada gostosa de ouvir. Com o tempo, fui me adaptando com a temática dela, toda a construção melódica em eletropop.

Agora, sobre o MV, eu me arrepio até hoje quando eu o vejo. Apesar de conter algumas teorias, que, quem entrou no fandom agora, podem parecer estranhas, há ligação com muitos MVs antigos, além da história em si cativar muito. Realmente, é um dos melhores clipes dos meninos.

Atualmente, por infelicidade do destino, a música scaba tendo um significado sentimental pela saída do Wonho do grupo.

Como title principal, Follow mescla muito bem eletrônico, acordes regionais, mescla bem o hip-hop em drops durante a parte dos rappers, além do break final que prossegue com a linearidade da música, mas consegue dar um up no instrumental para encerrar muito bem.

O MV é para lá de perfeito, acho que não via um clipe deles tão bem produzido de conteudo visual como esse deles. sendo que Dramarama deve ter sido o último deles que realmente me cativava, mas não aquele tudo também.

Track by track:

Além das duas titles, o mini álbum contem mais 6 faixas. Começamos com Monsta Truck, uma faixa que conversa bastante com ritmos mais retrô, p crescimento flui bastante, entrega uma vibe mais disco/dance, mas não cai num ritmo mais pista, ficando preso numa uptempo.

UR é outra uptempo, os instrumentais são mais graves, entregando uma vibe mais calma. Os vocais conversam bastante com o ritmo alternativo. Disaster segue a mesma estrutura da anterior quando falo do instrumental, o que acaba dando aquele ar de carta repetida, não tem muita mudança de uma para outra

A próxima é Burn It Up, ela volta ao eletropop que é a marca registrada do grupo, além de acordes mais dark, algo entre o religioso em sinos/xilofone, e algo mais ópera, tanto que uma apresentação nesse estilo seria agradável de se ver. Mirror é uma midtempo que conversa com um lado balada, mas não chega a ser lenta o suficiente para ser uma balada aguada, porém não é tão animada para uma mid cativante. ela é boa, mas perdida no meio, se pararmos para ver Find You.

Por fim, o mini se encerra com See You Again, ela consegue encerrar o álbum muito bem, uma vez que ela mescla bastante tudo o que foi ouvido anteriormente, tanto em eletropop, como em instrumental balada, que tem sentimento e vocal, mas grita momentos dançantes.

Conclusão:

Title Follow: 10/10;

Sub-Title Find You: 9/10;

MV Follow: 10/10;

MV Find You: 10/10;

Álbum Tracks: 45/60;

Nota Final: 84/100.

Vendas e Charts:

O álbum foi muito bem em vendas, atingindo picos bons nos rankings: 9º na Oricon, 1º na Gaon, 7º nos álbuns globais da BillBoard, além de encerrar o mês em 2º na Gaon e o ano em 24º

O EP vendeu cerca de 245 mil cópias pelos dados encontrados. Eles encerram as promoções com 3 Wins nos music shows coreanos: The Show, Show Champion e M Countdown.

Considerações finais:

Antes de encerrar, por mais que seja um mini álbum, considerei uma nota 100 pela quantidade de situações a analisar, como 2 MVs, 2 tracks e mais as b-sides.

O que mais prejudica o álbum em si são algumas das b-sides que são bem fracas, mas de resto, o EP é muito bom, principalmente no visual.

Cuidem-se, curtam o post, sigam o blog, até a próxima, beijinhos 🙂

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s