Categorias
I.M

IM do Monsta X decide não ser um rapper comum em seu debut God Damn

E aí, meu povo, como estão? Estão tudo numa boa nesse fim de semana?

Os integrantes do Monsta X sempre soltaram solos por aí, por meio de Mixtapes ou por singles digitais, mas debut mesmo nunca foi mencionado por eles. Então I.M foi um dos primeiros a receber esse luxo de chamar de seu. Apesar de não ter vendas físicas, eles já veio com um mini álbum.

Junto do Joohoney, ele é o rapper do grupo, e eu jurei que ele encarnaria um hip-hop ou até mesmo um trap pesadíssimo para seu debut, mas fui surpreendido que não foi isso que aconteceu. Contudo, se repararmos a parte de rap dele nas músicas do grupo, ele raramente sai berrando ou forçando as cordas vocais, tanto que em Follow, o vocal dele só estava desnivelado pelo tom mais “cômico” que a faixa propunha. Mas em Love Killa, o vocal dele era bem mais sensual.

E isso refletiu em God Damn. Apesar de mirar num trap, ele ainda trouxe um aspecto de R&B que rasguei seda lá com o Kang Daniel, é um toque sensual sem parecer sexy e que ele consegue carregar na voz de forma muito expressiva. A melodia da faixa e a voz dele vai te carregando pela faixa como um todo, trazendo uma aura de calma dramática que o teor da melodia entrega.

E temos também o MV, em que ele está chapadíssimo de alguma substância não revelada, mas ele está para lá de drogado para cima e para baixo. E temos as cenas dele se contorcendo na cama, ou perambulando pela balada com a visão turva, tem beijão rolando para cima e para baixo. O bom que ele tem uma fanabse mais pé no chão e madura, pois esse conceito causaria um caos na família tradicional coreana.

E a Starship não liberou o álbum pelo Youtube, mas você pode encontrar nas plataformas digitais: Spotify ou Youtube Music. Tirando a track Flower-Ed, que é uma balad vocal mais em trap, as demais trazem um ritmo trap que ele mesmo entregou na title.

Não é um álbum “Oh meu deus, o suprassumo, mas consegue entregar bem a proposta, e estamos do IM, né? A carinha de boy com masculinidade desconstruída, mas vai acabar com o seu coração nesse MV entrega carisma.

Uma resposta em “IM do Monsta X decide não ser um rapper comum em seu debut God Damn”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s