Categorias
GOT7

GOT7 lançou a sua Fake Love

Para quem acompanha o GOT7, é um dos grupos mais fortes do Kpop, ficando atrás de alguns titãs, como BTS, EXO ou Seventeen. Ele fica ali entre o TOP5 dos maiores da 3º geração, e isso é indicado que apenas o rumor de seu comeback resultou num aumento enorme das ações da JYP.

Foram poucas vezes que eu fiz uma pauta solo ao GOT7, isso se eu fiz alguma vez. Um dos motivos foi a apatia que eu tive com as titles, como Eclipse, que até hoje eu acho desconexa e nada conversa com nada. Diferente dela, You Calling My Name me cativou, mesmo que demoradamente. Diferente delas, Not By The Moon me agradou bastante, não só pelo agrado, mas pelo fato de que eu chutava que eles viriam com aquela mesma bagaceira que os grupos de Kpop estão vindo atualmente.

Claro, eles não inventam em nada, mas NBTM acaba sendo uma música boa e, como eu disse, vi nela uma tentativa de um Fake Love do BTS, mas com um apelo maior, não sei porque. O MV também dá essa impressão de quererem algo mais dark, conceitual, com historinha no fundo e, como sempre falo, que não fica apenas preso ao roteiro brisado que elaboram. E, óbvio, eles conseguiram algo mais palatável do que FL conseguiu comigo no início (Provavelmente, quando chegar na hora, ela aparecerá nos meu Do Ódio ao Amor).

Com o comeback, recebemos um pseudo-Full Álbum. Por que falo isso? Quem ver no Spotify, o EP tem 6 faixas, enquanto quem comprar o CD físico, terá 10 faixas, ou seja, quase um LP. Mas vamos às b-sides. Do pouco que escuto as álbum tracks do GOT7, são poucas que me agradam, tanto que eu só tenho 1 de todas em meu celular.

O EP abre com Aura que, se fosse ano passado, seria uma mescla de qualquer coisa eletrônica com o que fizeram com Eclipse, é mais palatável, mas não agrada muito. Crazy é quase uma follow-up de Aura, mas desaceleraram o instrumental, deixando uma balada sensual mais enérgica. Love You Better é uma midtempo eletrônica. Trust My Love dá uma animada no EP, mas o refrão é meio linear com o resto do instrumental, então parece estático, dando aquele UP real só no final da faixa.

Por fim, encerramos com Poison. Ela caminha entre um pop e um trap, coisa que certo MC Purpose lançaria.

Conclusão:

Title NOT BY THE MOON: 8/10;

MV NOT BY THE MOON: 10/10;

Álbum Tracks: 16/30;

Nota final: 34/50.

Considerações finais:

Era esperado uma nota baixa, real, para o EP dos meninos, ainda mais que eu sou aquele que raramente é agradado por farofas advindas de BoyGroups. Contudo, tirando a title e Trust your Love, as outras b-sides são bem passáveis, não dão agrada em escutar, uma vez que eles mesmos já possuem álbum tracks no mesmo estilo, com mesmo timbre vocal, sem mudar nada. O MV está mais do que perfeito e, por mais que a história desejada não é 100% clara, coloca para funcionar sem essa pataquada de criar muitas fanfics.

Como falei, a title não inova nada, mas é agradável de escutar, porque sai um pouco da linha do dark concept que eles poderiam trazer de forma mais genérica ainda. Ponto para JYP. Disso, ficamos por aqui, até amanhã, cuidem-se, bebam água e fiquem em casa. Beijinhos 🙂

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s