Categorias
Kingdom

Long Live the King é um encontro da modernidade com o clássico do Kingdom

E aí, meu povo, como estão? Bora comentar de mais uma sega dos reizinhos do Kpop?

E vamos para mais uma história do Kingdom para o nosso deleite. Dessa vez, eles se aventuraram para um lado mais Rei Luis XIV (Quatorze, aos que como eu, demora para identificar o número). Desde os primeiros teasers, eu imaginei que eles iriam para um lado mais diferente do que os outros lançamentos.

Quem acompanhou os lançamentos de Excalibur e Black Crown, sabem muito bem como eles foram para um lado mais gótico catédrico, poderoso e com uma pegada mais trágica e melancólica dos ritmos musicais, mesclando muito mais com o Dark Pop e o EDM em alguns pontos. O detalhe que diferenciou Black Crown de Escalibur foi o toque de balé russo que fincou a firmeza e coesão no lançamento.

Disso, os dois lançamentos seriam totalmente diferentes desse aqui. Claro, se a empresa decidisse fazer uma linha histórica com o Rei Luis 16, teríamos um toque diferente, uma vez que foi o Rei da Revolução Francesa, do “Se não têm pão, que comam brioches” e da famosa Guilhotina.

Mas, como podemos analisar pelo MV, eles decidiram fazer uma mescla entre o Rei 14, o famoso Rei Sol, que viveu em meio ao luxo do crescimento econômico francês com a modernidade, afinal o integrante Louis é remetido como um vampiro, isso indica ainda mais a dualidade que eles trouxeram entre o clássico e o moderno.

E isso ecoa na música, em que eles trazem aquele toque de balé francês, que é muito mais limpido e pueril do que o balé russo, mas também com a pegada eletrônica que remete às músicas catédricas, mas sem cair num estilo trágico de guerra (Não estamos falando nem do Rei Arthur e a eterna busca pela Excalibur e nem da ditatura do Ivan, o terrível).

E podemos falar do MV que é belíssimo, cheio de referências? O glamour que gastaram para fazer realmente pareceram que eles estavam em uma festa com mescla do império francês com a modernidade, toda a conversa entre o passar do tempo, que o integrante vampiro consegue parar o tempo para si, uma vez que o tempo passa de maneira inexplicavel e rapidamente. Acho esse MV um dos mais bonitos deles, sem o CGI meio tosco de Black Crown e Ascencion.

Como sempre, temos uma intro para os álbuns dos fofuchos. Com Requiem, eles entregam uma aula operesca teatral, com um vocal em tenores, abrindo com maestria o EP.

Period é já traz uma quebra na melodia imperial da title, é uma faixa que mais trabalha como uma midtempo vocalizada em cima de um instrumental melódico e sentimental, é uma faixa mais romântica, seria uma OST que eu daria muita moral, é uma faixa delicada dentro do esperado e entrega intensidade muito bem.

Destiny segue uma sequência mais eletropop, tem um quê de trap aqui e acolá, é uma melodia mais agressiva, conversa com as b-sides do grupo, e é uma intensificação e identidade que eles tomariam se não fosse o caixa 2 da GH Entertainment. Waka Waka é a faixa veranesca e perdida no álbum, é boa mas tem nada a ver com o resto do álbum.

Poison também tem zero relações com o álbum, mas a forma como ela traz uma pegada mais sensual em cima de um retrô com R&B é de cair o queixo, seria um solo interessante de alguém do Seventeen. E o EP encerra com o instrumental da title.

Eu sempre vejo os MVs do Kingdom e penso que a empresa deles só existe como laranja de algum esquema de corrupção. Eles não tem uma fama para manter esse status que a empresa propõe, ou talvez sejam igual a BBC, são subsidiária de alguma empresa top de linha que vende armamento para todo mundo.

De resto, espero que o dono e CEO tenha muito dinheiro para gastar e continue assim, quero muito ver o encerramento da série deles, e ansioso para o próximo lançamento, tenho certeza que será algo fantasmagórico, ainda mais com o final.

Publicidade

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s