Categorias
Minha playlist

Palpites Opina: TOP 15 das Melhores de 2022 até agora

E aí, meu povo, como estão? Bora trazer as melhores para mim de 2022?

Assim, não consegui eliminar as demais 05 faixas amais que eu escolhi em uma olhadela na playlist geral, que já conta com mais de 200 músicas, incluindo b-sides, claro. Eu iria focar nessa pauta com apenas titles, mas tem umas que chamaram muito atenção e mereceram estar nesse corte rápido. Então, bora preparar o choque, bora preparar os ouvidos e bora palpitar nessas músicas que marcaram meu ano até agora.

15. Pentagon – Feelin’ Like

Que eu sou fã do Pentagon, isso não escondo de ninguém, já que várias deles para lá de duvidosas fizeram parte do meu top 100 e rankings anuais, aí nesse ano eles aproveitaram a volta do lindíssimo JinHo e lançaram um club house voltado para os héteros com masculinidade descontruída, pois infelizmente o Pentagon é um grupo nada viado. Disso, a música é muito boa, surpreendendo todos, principalmente os haters por ver o grupo lançando uma música realmente boa.

14. Woozi – Ruby

Dos vários TOP 10, vários esqueceram do viadíssimo do Seventeen lançando um emo rock refinado pronto para entregar a melhor performance vocal e sonora. Woozi entregou um solo interessante e poderoso, a aura da música é potente e cheia de poder, e comparado aos demais solos ou units do grupo, ele se destacou super bem, sendo um dos poucos a realmente lançar música memorável (O outro foi o Hoshi com Spider, icônico).

13. Kingdom – Ascension

E óbvio que os queridíssimos do Kingdom não deixariam de marcar presença, ainda mais com Ascencion. Eu poderia ter colocado a outra follow-up deles aqui, mas acho que a essência do comeback foi a title, desde o MV lindíssimo com o instrumental teatral e melódico, a música é um esplendor, uma evolução delicada e proeza de Karma.

12. Secret Number – HOLA

São poucas as b-sides genéricas batidas em cima do latin pop me fazem cair de amores, mas Secret Number soube juntar o arroz com feijão e entregar uma música sensual no ponto certo sem parecer forçada. Infelizmente, não poderiam fazer um MV como o que veio em minha mente, mas algo igual aquele do Mamamoo com Egoistic mas com mais suor, esfregação e gente seminua seria o supressumo para essa música.

11. StayC – Young Luv

Outra b-side que Young Luv do StayC, as meninas pegaram um pop rock delicado, e fez os vocais das meninas, que já se destacam naturalmente, se destacarem ainda mais, com uma música animada em algumas partes, e mais delicadas em outras, ecoando intensamente com fortes emoções. É uma música que foi feita para tocar na alma.

10. Class:y – Shut Down

E vamos de gente querendo me bater? Mas eu achei o debut do Class:y a maior farofada que poderiam colocar para um grupo nugu, e nossa, que farofa das boas, a batida étnica é simplesmente viciante, o refrão é super bom e o pós-refrão com elas gritando Shut Down é tudo! Fora que o MV cheio de zumbi e fim do mundo chama muito atenção, pode não ser a melhor música para debut, mas eu amo essas coisas bagaceiras, só reparar meus principais top 10, 20 dos últimos anos.

9. Rocket Punch – Chiquita

Essa aqui eu queimei a língua de um tanto, que provável a Rafa do AyoGG venha tacar isso na minha cara, mas no final Chiquita deu o tiro e acertou com força em mim, acertando com esplendor o disco house de uma maneira intensa e gostosa, o último refrão com os berros da main vocal explodem dentro de mim, eu vivo por reouvir essa parte hoje em dia.

8. Weeekly – Ven Para

E vamos de outro soco na cara? Eu sei que esses acts de mina fodona são cansativos, eu sei que isso vir do Weeekly que entregava os colorpop mais divertidos e despretenciosos é super broxante, mas Ven Para é uma música tão boa, ela explode na sua mente, os “ven para ca, ven para ca” são viciantes, não tem o que dizer, os produtores acertaram muito nessa aqui, fora que o MV é um luxo.

7. Hyolyn – Layin’Low

Um body fio dental, um salto alto de agulha, joelheiras de dança e um cabelo pranchado na chapinha é o essencial para a Hyolyn entregar a melhor música da carreira dela, com muito suor, cabelo molhado, bateku no chão, mão na tcheka e “you got me layin’ low” para vocês. A música eu achei superior a Dally, uma evolução sensual maior e com maior intenção mesmo de rebolar, e ela soube segurar essa faixa para ser seu primeiro act em 2022.

6. Taeyeon – INVU

Outra que chegou com seu terceiro full álbum, que pode não ser o melhor da carreira (Ela apresenta o Purpose ainda), mas que deu vários pés no nosso peito foi a Taeyeon com INVU e a title oficial, que ela simplesmente está lindíssima, com maior supressumo da beleza, com muito Girl Power e muita força para as músicas aos gays, e assim ela fez o comeback do ano e está marcando a playlist de geral, sendo blogueiro ou não.

5. Brave Girls – Thank You

Eu não sabia se aqui eu colocava Whistle ou ThankYou, mas como essa aqui está reinando nas minhas mais ouvidas há um tempo, então a gente abre uma exceção para essa aqui. A música é mais um reciclagem de Rollin? Sim. Eles pegaram o Disco de We Ride e tacaram aqui? Também. Mas tudo aqui está lindo, visual, vocal, a breguice de uma música para os fãs, o desespero em talvez o grupo não ser o maior lançador de hit que Rollin’ já viu, mas aqui podemos esperar o comeback delas, queria um MV para Whistle, a música entregou muito.

4. MaMaDol – Wooah HIP

Geral enalteceu o Mamadol por entregar uma música melhor que muitas novinhas por aí, mas alguém lembrou delas no TOP 10? Enfim, a hipocrisia…

E aqui elas mostraram que mamães do Kpop pode colocar roupas justas, correntes, maquiagens pesadas e icônicas e lançarem que geral quer ser igual a elas e que são WooAh Hip! Em uma mistura de pop com EDM, aqui mostraram como juntar o contemporâneo com o tradicional pop segunda geração, e assim botaram pra foder e entregaram tudo.

3. (G)I-dle – Tomboy

Rock emo como reconstrução de imagem era o menos esperado por qualquer grupo, mas que o (G)I-dle não é um grupo convencional, é fato, então assim, elas souberam criar uma atmosfera e entregar uma música assinatura delas novamente e dizer que elas mandam na porra toda como um grupo com marca própria.

2. IVE – Love Dive

IVE surpreendeu muito com Love Dive, muito menos, entregou o maior hit do ano, sem muito esforço, batendo records desde o Girls’Generation, as filhas do Sistar chegaram com os dois pés no peito, e isso faz o medo criar se elas vão cagar no próximo comeback, mas não sei, a Starship está acertando muito nos singles. Aqui, elas criaram uma vibe teen com um quê etérico que faz a música parecer celestial, e toda a construção de melodia e vocal é feita para viciar, entregaram tudo, só perderam para o primeiro lugar.

1. OneWe – Montage

Se o Wendell colocou o Red Velvet pela cota FAV, posso subir o OneWe com força para esse top 15. Esse EP pode não ser o melhor deles, comparado ao anterior, que entregou faixas icônicas iguais, mas Montage é um rock garage muito forte, tem um quê emocional, com força no vocal, e junta a vibe total do álbum todo, eles casaram um estilo próprio. Agora provável que veremos uns solos deles, já que a parte de bater perna para o exército começou.

E aqui encerramos o top 15, quem surpreendeu? Quem não? E qual o de vocês? E até um próximo post!

9 respostas em “Palpites Opina: TOP 15 das Melhores de 2022 até agora”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s