Categorias
KPop Time Machine

Time Machine: Pledis tem um surto e debuta Pristin com Wee Woo bum grupo com 10 integrantes

E aí, meu povo, como estão? Já doidos e enlouquecidos com essa quantidade de voltas ao passado?

Pledis foi uma empresa muito da controversa desde sempre, mas os hits After School e Orange Caramel parecia engolir o fato da empresa ser um lixo. Com o Produce 101 em jogo, a empresa decidiu mandar várias trainees, sendo que duas debutaram no grupo final, mas as demais ganharam muita visibilidade com o programa, tanto que enquanto o grupo oficial não debutava, elas ficavam fazendo vídeos para o youtube a fim de manter o hype, e o IOI chegando ao fim, era nítido que a Pledis botaria todas num grupo só, então muitos esperavam um septeto.

Mas não foi isso que recebemos no final, e recebemos um grupo com DEZ INTEGRANTES. Mas não achem que por ser grande o hype era pouco. Elas já lotavam showcases antes mesmo do debut oficial e, após a estreia, ganharam o prêmio de rookie do ano.

Como Pristin praticamente tinha 2 IOI e mais umas 5 ou 6 Produce, o foco delas até que foi balanceado. Wee Woo é um debut bem característico da época, em que se mesclava o bubblegum pop com o eletrônico. Aqui, apesar do ritmo, elas não miram no aegyo, apesar de algumas caras e bocas das meninas, tanto que a faixa é bem teen crush, embora não tenha aquela assinatura doida do Weki Meki.

E o MV é super elaborado, com muitas cenas mesclando a coreografia, mostrando como elas são sincronizadas. E por mais que não tenha uma história definida, podemos analisar certos pontos, principalmente se pegarmos a letra e algumas cenas. Desde “Chame a ambulância”, que poderia designar qualquer coisa, essa frase conversa com “Eu fiz um feitiço para você gostar de mim”, sobre uma paixão.

Contudo, podemos deslocar esses trechos e trazer para a nossa realidade, que amores feito por “magias” apresentam consequências, e desde o Wee Woo sendo o barulho de uma sirene, assim como “Meu coração ao te ver fez Wee Woo Woo”, a cena em que uma das integrantes aparece num parapeito, tentando não cair, pode ser uma analogia a morte autoaplicada para amor não correspondido, mas assim, sou eu e uma parte da fanbase indo longe nas análises.

Para ver o quão forte os grupos pós-IOI eram, o debut rolou com um mini álbum, coisa que apenas grupos realmente fortes ou com hype teeriam. Abrindo com Be the Star, elas entregam um ponto diferente do debut alegre delas, colocando um ritmo mais soul, puxado ao R&B. E elas conseguiram trabalhar bem as linhas, com o rap e o vocal no ponto certo, é uma faixa super boa.

E o hit Black Widow, o qual é um marco para as meninas, tanto que teve até um remix para elas continuarem a promover nos music shows. É uma faixa que também destoa do single oficial, pois entrega um ritmo mias hip-hop, mesclando com o eletrônico, e um quê de música tradicional coreana para dar aquele ar poderoso.

A próxima é Running, uma midtempo que trabalha o synthpop de forma bem branda. Com Over N Over, elas entregam aquela balad vocal melódica em cima de piano. E, por fim, elas entregam We, uma track que foi lançada digitalmente para mostrar quem eram as PLEDIS Girlz, que futuramente seria o Pristin. É um faixa bem para os fãs, com aquele ritmo simples em orquestra que tem para mostrar o quão unidas as integrantes são, e quão bom é o talento delas.

De todos os pós-IOI que eu já vi, até mesmo aqueles que não coloquei aqui, Pristin era o que mais tinha uma discografia boa e que agradava um geralzão do povo, mas infelizmente não foi isso que tivemos, e o disband veio depois de dois anos.

Uma resposta em “Time Machine: Pledis tem um surto e debuta Pristin com Wee Woo bum grupo com 10 integrantes”

Acho que a Pledis largou a mão delas muito cedo. Elas tinham potencial ainda, o primeiro comeback flopou comparado com o debut, porém já vi grupos menores e com muito menos hype passarem anos soltando músicas aqui e acolá. E de empresas menores até. O Weki Meki é uma prova viva disso.

E é até irônico pois o Fromis_9, que agora é da Pledis, tem uma trajetória bem menos glamurosa porém se mantiveram firmes durante os anos e hoje estão aí até que bem.

Curtido por 2 pessoas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s