Categorias
CLC Time Machine

Time Machine: O CLC ainda tenta com Curious (Like)

E aí, meu povo, como estão? Voltando ainda mais ao passado?

CLC ficou uns bons meses em hiatus antes desse comeback, se não me engano mais de seis meses, o que é péssimo para um grupo rookie. Mas como o caos pegou no debut delas, a CUBE estava moscando mesmo.

Curious (Like) segue a linha do debut, mas deixando tudo bem mais aegyo, tirando toda aquela essência do retrô que as meninas havia trazido. Se elas tivessem mantido aquela sonoridade, poderiam ter batido de frente com o Mamamoo, por exemplo, outro gupo na época que tinha boa essência do funky e do retrô. Aqui, a faixa é bem divertida, ainda trazendo um lado não tão angelical, mas as meninas conseguiam entregar tudo muito bem.

O MV tem um tom mais cômico que o anterior, é basicamente as meninas cuidando da Seungyeon que desmaiou por gostar de um boy, tem as cenas de dança e o foco na cara das meninas fazendo um aegyo super chamativo e que parece ser bem forçado, o que foi um belo de um tiro no pé, pois com Pepe não foi bem assim a situação. E pelo amor, o homem só é branco. Você já foi melhor, Seungyeon.

A CUBE sempre entregou mini álbuns com 5 faixas ao seus grupos, independente do gênero, então número sempre é um problema. Com Hey-yo, as meninas entregam um funky eletrônico mais divertido, o que combina muito com o ritmo da faixa título. Aqui, elas entregam uma evolução gradual. A melodia é bem verão, e por ser bem despretensiosa, facilmente poderia ter um dance performance numa piscina.

Com Lucky, as meninas desaceleram um pouco, entregando uma midtempo mais mnelódica, com um synthpop mais a tona. Essa aqui é aquela faixa pueril que o Cosmic Girls entrega com toda aquela estética cósmica. Hide and Seek é uma faixa divertida, mesclando o bubblegum pop com sintetizadores, a melodia carrega aquela temática Disney de superação e que todo mundo começa a trabalhar para dar certo aquele plano mirabolante que o excluído dá ideia.

Encerrando com What Should I Do, as meninas mostram seu vocal uma balad vocal com piano e violino, e vocês sabem o que eu acho desse tipo de encerramento: ou o grupo acerta muito ou o grupo erra tudo, e aqui tem uma dualidade de eu gostar demais do CLC para reclamar dessa faixa e eu não curtir esse modelo de title.

Para não perder o costume, as meninas entregam álbuns com excelência, mas e apenas de perfeição que se vive uma carreira. Com o tempo do debut ao primeiro comeback, perdeu-se muito o hype em cima delas, além de que as meninas sofriam muito hate ainda pelas fanbases dos grupos da CUBE.

2 respostas em “Time Machine: O CLC ainda tenta com Curious (Like)”

Triste o CLC ter sido tratado com o descaso que foi ao longo de sua carreira, porque elas tiveram várias músicas ótimas na discografia – pena que o público nunca acordou pra elas.

Bom, pelo menos a Yujin arranjou um contrato melhor (ainda que seja como tia da creche pras novinhas que estão no mesmo grupo).

Curtido por 2 pessoas

Sim, dentro de todas as propostas que elas fizeram, o grupo conseguiu fazer o melhor, sem que ficasse enjoativo (Até as Aegyo super exageradas delas, como foi Curious, High Heels e tals)

Yujin já deve ter alguma empresa em mente assim que sair da CUBE de vez, nem que seja entrando na empresa do Kep1er de vez e debutando no grupo filho

Ao menos, o Lightsum parece estar com um direcionamento BEM melhor que o do CLC (Ao menos, não mudaram de conceito ainda)

Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s