Categorias
JPopv

Escapando de um genérico para pocs de balada com Wa Da Da, Kawaguchi Yurina encarna o genérico para gays de festa caseira em Look At Me

E aí, meu povo, como estão? O blog tá com tanta poeira que até espirrando muito estou.

Yurina era uma das promessas para debutar no grupo que viria do Girls Planet 999, mas a xenofobia não permitiu, e isso fez a mulher voltar para o Japão e tentar carreira solo, saindo nessa última semana o single dela.

Look At Me tenta ser um single que quer se destacar mirando no safe. Enquanto ela mescla um pop 2000 com um refrão mais EDM 2010, ela se esforça para fazer a música não ser enjoativa e esquecível, mas não dá muito certo.

A faixa apresenta muitas falhas: o vocal dela não é um dos mais chamativos do pop asiático, há solistas que fazem o vocal ser marcante sem precisar de muito treino ou mudar o timbre, e isso não ocorre com a pobre Yurina, é um vocal básico.

Disso, o próprio instrumental parece que pede para estourar mais no refrão, mas morre em um eletrônico mais basic ainda, faz a música parecer mais uma álbum track para animar fim de festa do que um single de trabalho mesmo.

Diferente do clipe, em que ela está lindíssima e com toda a pompa, elegância, uma versão menos conceitual e sem muita grana do que o Red Velvet fez em Feel My Rhythm, todo o conceito de balé está presente.

Eu acho que a mulher tem muito potencial, precisaria trabalhar em faixas que marcassem mais, pois ela é linda, qualquer clipe simples e que foque na beleza dela é facilmente carismático, assim como eu a acho super carismática, só precisaria mesmo de uma música que fizesse jus ao que ela já é.

Publicidade

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s