Categorias
KPop

Saindo das catacumbas da 2ª geração, T-Ara lança Tiki-Taka e quer um All Kill em você

E aí, meu povo, como estão? Sim, sei que estou demorando muito com as pautas, mas tudo tem seu tempo, preciso analisar tudo melhor, com bom tempo, para falar muito mal com mais coesão.

Depois de muita luta contra a MBK uns anos atrás, o grupo conseguiu a sua liberdade e a posse de suas faixas e nome, deixando a MBK no chinelo e na falência, tanto que a empresa meio que já fechou e transferiu geral para a Pockett Ent (Que continua falida também). Disso, ano passado elas se reuniram em um programa coreano e nessas últimas semanas elas encarnaram um comeback e entregaram um single álbum.

Tiki-Taka é uma boa forma das meninas comemorarem a carreira. Das poucas faixas que eu já ouvi do grupo, essa estrutura de música melodica de dançar lentamente ou sofrer no canto do carro enquanto encara a janela de um ônibus enquanto se contrapõe com um refrão bata cu no chão de forma piranhesca é uma indicação forte do grupo.

E isso vale para essa aqui, enquanto elas categorizam com um vocal mais enchuto, sem muito esforço, entregando sintitizadores conversando com o EDM de forma que a Sia fazia com o Guetta, uma pegada até mesmo trágica, que cai em drop mais tecno mesmo, enquanto elas dançam de forma basica para dizer que são dançarinas também.

Muito relembraram a estrutura de Sugar Free, mas eu achei ela muito mais a cara de Number Nine. Mesmo assim, achei Tiki-Taka mais experimental nesse conceito de quebra de instrumental do que as citadas, mesmo tendo uma assinatura do grupo. Só achei que a faixa acabou no nada, repetir o refrão seria ótimo.

Quanto ao MV, ele é bem simples, mas muito bem feito e bonito. T-Ara nunca teve clipes lotado de orçamento como se fossem desbancar Kwangya ou algum bate lata do Black Pink, mas elas estão bem lindas e conseguiram entregar algo aos fãs mesmo, agradecendo pela luta e novo sucesso. Quem sabe se futuramente vemos mais delas.

E tivemos a b-side All Kill, que recebeu um video performance vocal a la temática mesmo, bem faroeste. Uma performance ao vivo seria aquele formato de Sorry do AOA no Queendom. É uma faixa muito boa também, a fanbase disse que remete Day by Day delas, e realmente parece. Talvez seja uma forma delas entregarem uma faixa de um grupo sem a Hwayoung para quem tem ranço da mulher.

Eu tô bem feliz que o T-Ara voltou, porque elas lutaram muito para ter o nome delas e a discografia de volta, e creio que até teríamos mais grupos da segunda geração fazendo isso se tivessem acontecido isso com elas. Mas claro que nem tem como comparar disband aqui com disband ali, os grupos da segunda geração tiveram, muitas vezes, finais bem tensos e que uma reunião do grupo talvez trague lembranças não tão boas para seus integrantes.

2 respostas em “Saindo das catacumbas da 2ª geração, T-Ara lança Tiki-Taka e quer um All Kill em você”

All kill comprova que a último coisa que o t-ara precisava era de adição de rappers no grupo.
As 6 integrantes formavam um grupo coeso, e nessa formação já tinha a Qri e a Boram que respiravam nas músicas.

No mas amei a performance, e o.clima de balada de sofrencia cantada com cara de cu. Mais t-ara que isso, só clipes de 30 minutos, interligados onde só toca a música por 3 segundos.

Curtido por 1 pessoa

Só não concordo com a afirmação “T-Ara nunca teve clipes lotado de orçamento”, mas e aqueles clipes de quase 30 minutos super bem produzidos (alguns dos melhores da história do kpop) que desbancavam até alguns filmes em quesito produção?

Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s