Categorias
KPop

Tri.Be Be Da Loca quer saber se você rebolará la r@b@ em Would You Run

E aí, meu povo, como estão? Bora falar as novas donas das farofas brasileiras lá na Coreia do Sul?

Tri.Be é o novo grupo do ShingsaDong Tiger, mesmo criador do EXID e dos maiores virais do Momoland, como Bboom Bboom, e do flop maravilhoso chamado WooWa do DIA. Disso, com um investimento enorme da Universal Music Korea, ele debutou esse novo grupo. Desde Doom Doom Ta, o grupo vem pegando referências internacionais para seus atos.

Would You Run vem mais uma vez ao Brasil para beber do funk carioca, mesmo que a construção da faixa seja diferente do esperado. A faixa começa com o funk bem eletrônico, com as integrantes mais falando do que cantando, e isso ocorre até o primeiro refrão, em que elas só deixam ligada a chave do pop bubblegum.

Somente no refrão final que elas realmente mesclam o funk com o pop, fazendo uma conclusão bem boa, fechando bem a faixa. O MV delas é sempre uma preciosidade, porque é muita bagaceira para pouco grupo, e olha que elas são em 7 integrantes. As meninas sempre estão se divertindo, e sempre estão num lugar estranho em que elas destroem quase tudo para descobrir no final que estão num planeta diferente que tem cópias delas.

Eu real acho o conceito visual e de teorias delas o mais nonsense, ao menos não prometem nada quando vão entregar, e os fãs que lutem.

E elas finalmente trouxeram um mini álbum para chamar de seu, até que demorou para os padrões rookies pequenos (Mas pensando que o primeiro do Aespa veio depois de quase um ano de debut, nada novo sob o sol). E o EP delas conseguiu ter faixas bem curiosas, como Lobo, que é um reagge bem good vibes, é todo divertido, tem uma construção interessante, e o anti-drop no refrão chega a estranhar, mas nem tanto.

-18 é um trap com pegada cultural que não falarei de onde acho que é, porque virá fanbase até do bueiro mais próximo de Seoul para tacar paulada. Mas podemos chamar de trap com PC Music para inglês ver. Got Your Back é um reggaeton lento que tem na maioria das b-sides do povo, e com o Tri.Be não seria diferente, até porque elas passam pelo Brasil nas titles, porque não passar por Baranquilla as vezes.

E elas encerram com True, uma baladinha vocal mais midtempo para mostrar que elas tem gogó, eu simplesmente ignoro. E o EP ainda reciclam as últimas duas titles, por quê? Preguiça de produzir faixa, né?

Tri.Be é uma dos rookies que também mais gostei, e acho que falta só umas promoções internacionais decentemente para esse pessoal estourar mesmo. Claro, a Pandemia precisa dar uma trégua mesmo, assim como é o esperado, pois assim como o BTS, creio que se esses grupos femininos estourarem um pouco mais aqui fora, não terá como algumas pessoas acordarem lá para segurar uma fanbases caseiras lá.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s