Categorias
BlackPink

Lisa canta sobre ser Lalila em Lalisa

E aí, meu povo, como estão? Vamos falar do debut solo mais badalado do ano?

Qualquer que seja o debut solo de algum grupo grande gera muito hype, mas hoje na terceira geração o alcance é inimaginável, principalmente se esse idol for famoso na China, como é o caso da Lisa do BlackPink. Desde uma pré-venda que passou das 700 mil cópias, a maior pré-venda de um debut e de uma solista, até um clipe que já passa dos 38 milhões em menos de 8 horas do debut (Até a postagem dessa pauta), coisa que até o da Rosé apanhou para acontecer.

Disso, o que será que podemos esperar da dona Manobam?

Lalisa já era esperado ser um bate lata bem cara do Blackpink, se pensarmos que quem carrega o grupo é a dona Lisa enquanto a Jennie tá com dor pelo corpo e as demais atrasadas na coreô. O tryhard urban está aqui, era esperado para a gente, pois é um estilo que realmente a Lisa carrega em seus solos nos shows, mas ainda acho que a YG, mais específico o Teddy, tiveram medo de soltar mais a mão.

O refrão parecia e merecia ser bem mais explosivo do que realmente foi, ele acabou ficando linear com o resto da faixa, e isso para a YG, que sempre mete uns pancadão quando você menos espera, é um ponto extremamente baixo e perdido.

Outro detalhe, a forma como a YG colocou a ponte para o refrão final foi tão perdido e mal costurado que ficou bem experimental para não dizer que foi um erro tenso. Pois foi assim: um aegyo despivetado em que ocorre a quebra de todo o visual, volta para o visual bad girl, só que o instrumental é remixado para um break egípcio (Bem o que o iKon tentou fazer em Pretty Savage), e do nada, volta ao refrão.

Posso estar enganado, mas cara da YG ter matado essa faixa logo após o break, alguma boa alma disse para reprisar o refrão, mas só colaram e não costuraram direito.

E agora vamos falar sobre o MV, está muito bonito, muito cheio de orçamento, e esse tipo de clipe, em que tem muito mais em caixa, muito LED, muito Lalisa para todos os lados, uns dançarinos meio elenco de apoio e manequim, tudo lembra MV da segunda geração, isso é legal, é bem bom. Eu fiquei meio perdido nesse quesito, mas acho que era o intuito da YG.

Money é uma b-side muito a cara da Lisa, um hip-hop bem genérico, bem qualquer. bem demo que o Bobby ou o Mino não aceitaram, ou seja, esquecível.

Eu ainda estou achando os debuts do Blackpink um pouco superestimados, não estou achando tudo isso, ainda mais que o da Lisa eu tinha um hype significativo. Vou ouvir mais vezeS? Claro e com certeza, mas ainda eu acho que tem muito hype para uma música não tão potente assim.

Publicidade

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s