Categorias
Loona Time Machine

Time Machine: O dia em que Olivia Hye do Loona foi Egoist

E aí, meu povo, como estão? Espero que estejam numa boa nessa manhã de segunda-feira enquanto tomam seus cafézinhos?

Depois de um longo período de Time Machines sobre o Loona e seus EPs, eu certamente começaria a comentar sobre os lançamentos das units antes de ir aos solos. Porém, contudo, todavia, a listinha em que pesquisei, tem uns álbuns meio perdidos ali no meio. Enquanto eu faço a pesquisa sobre cada lançamento das units, vamos vendo como foram os solos. Além do mais, o Loona fará mais um comeback ano que vem, então Time Machines é o que não faltarão (talvez falte tempo a mim).

Egoist faz parte do single álbum de debut da Olivia Hye, que contou com um feat. de outra integrante do Loona já revelada, a JinSoul. A faixa é uma delícia de ouvir, ela tem um toque tropical house, puxando para um aspecto mais sensual, com uns sintetizadores percorrendo toda a faixa de uma forma que vai construindo o ritmo. O drop do rap da JinSoul eu achei bem perdido, porque perdeu todo o ritmo da música.

O MV chega a ser básico em alguns aspectos, mas sabemos que com o Loona não existe isso de básico. Apesar das cenas de dança serem nesses ambientes que parecem barracão apenas para você ir dançando, o clipe contou com muitas cenas que faziam referência ao Loonaverse, o qual não entendo nada e muito menos teorizo nada (Deixemos isso ao Brave Sound… Não o produtor, o seguidor do blog).

O que acho interessante dos clipes do Loona que, por mais que saibamos das referências que existem, até mesmo sobre as teorias, ainda é possível ver os clipes e não causar aquele estranhamento de que está faltando alguma coisa. Bom, foi o que senti de Egoist, e de alguns outros singles já conhecidos do grupo.

O single álbum contém mais uma faixa, uma b-side. Rosy segue a mesma linha tropical house, ela tem um quê de retrô. Não chega a ser a faixa mais inédita que vi no kpop, mas ela anima qual gosta desse estilo.

Por fim, eu achei Egoist um bom solo, comparado a outros que o próprio Loona desovou. Não que eu tenha achado o supressumo do Kpop, mas ela cativa, assim como outros solos que também trarei. Aliás, se Why Not tiver esse estilo, eu acho que será uma surpresa a todos. Contudo, como o Loona tem seguido com titles experimentais e b-sides pé no chão para o público alvo, creio que elas sairão muito da curva.

3 respostas em “Time Machine: O dia em que Olivia Hye do Loona foi Egoist”

Ah, Egoist… que música maravilhosa pra fechar o ciclo de solos do LOONA! E quantas impressões erradas eu não tirei dessa era, como achar que a Olivia parecia antissocial (hoje o que não faltam são vídeos dela brincando com as colegas de grupo, principalmente com a Go Won).

Sobre as referências ao loonaverso (aliás, obrigado pela citação!), sim, o MV de Egoist tem muitas – teve até alguém da blogosfera, não lembro se foi o Lunei ou o Bruno do finado Asian Mixtape, que criticou o MV pelo excesso de referências. Só pra citar algumas, no break vemos Yves, Chuu e Go Won de costas em flashes bem rápidos, o rap da JinSoul traz uma frase que ela já tinha cantado em Singing In The Rain, e a cena dela tirando o fone do ouvido da Olivia faz referência ao fone sendo tirado do ouvido da própria JinSoul em Sweet Crazy Love (o que indica que as duas se comunicam dessa forma entre as dimensões da fita de Möbius).

E pensar que um trabalho desse gabarito veio depois de UM DIA dela como trainee na BBC… (sim, ela já tinha bastante experiência como trainee de outra agência antes de ir pra BBC, mas a lenda urbana sempre vale a pena ser recontada)

Curtido por 1 pessoa

Era ela sim; se não me engano, a cena dos olhos vermelhos representa a fúria dela por ter sido abandonada (o que nós vimos ser recontado dois meses depois no MV de love4eva). Por sinal, é uma cena que muitos orbits não gostam, por ser um tanto… tosca, perto do trabalho super produzido visto na videografia do grupo (e inclusive em outras cenas do próprio MV de Egoist).

E não se preocupe por não ter reparado nos detalhes; até os orbits mais fervorosos continuam descobrindo referências nos MVs antigos até hoje. Eu mesmo achava que a pessoa que soltava a mão da Olivia era a própria Olivia (pra dar uma ideia de que no fim das contas ela era a responsável pela própria queda), mas depois vi uma orbit especialista nas referências explicar que na verdade era a Yves (mesmo não sendo a Yves quem interpreta a cena em questão).

Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s