Categorias
Time Machine

Time Machine: O dia que The Boyz me conquistaram com Right Here

E aí, meu povo, como estão? Tudo numa boa nesse mundinho sem porteira?

The Boyz é um dos grupos nugus do Kpop mais emblemáticos ultimamente e depois da participação deles no Road to Kingdom, eles se mostraram com uma confiança, personalidade, criatividade e desenvoltura nos palcos de admirar, ainda mais com 12 num único grupo. Com um comeback marcado para segunda-feira, vamos conversar um pouco sobre a música que me apresentou ao grupo.

Right Here é uma música deliciosíssima de ouvir. Ela não vem ao mundo para reinventar roda, ou trazer a paz mundial para esse mundo caótico. Ela apenas tem a função de nos divertir e mostrar como um grupo grande pode nos surpreender bastante nesse tempo. A faixa vem num ritmo eletrônico, mesclando tropical house com sintetizadores 8-bits, os quais, para a época, poucos usavam, a não ser o AOA que estourou com bingle bangle (Se não me engano, foi essa época).

O MV foca muito na coreografia, até porque mostrar 12 idols sincronizados é uma boa para agradar o mundo que não os conhece, mas também há cenas perdidas, com ambientação para dar aquele ar divertido. Não tem muito o que falar, não é um clipe que tem uma histórinha, mas também não tem um conceito por trás com mil e uma toerias.

O single álbum contém duas álbum tracks. A primeira é L.O.U, uma tropical house mais eletrônico, seguindo a linha da title, quase uma follow up bem explícita, tanto que poderia ter feito um special clip em cima com certeza.

A próxima é KeePer, uma produção de Park Kyung, e sei lá quem seja. É uma faixa veranesca, ela usa do retRô num R&B eletrônico, uma faixa bem mais midtempo, é boa de ouvir, mas não muda muitas vidas, tanto que eu nem lembrava dela.

Nota final: 25/30.

The Boyz é aquele grupo que costuma ter passe livre comigo, mesmo eu tendo gostado pouco de suas músicas ultimamente. Reveal precisei da apresentação no RTK e CheckMAte não é lá a melhor deles. Essa The Stealer promete, ao menos, ser memorável.

3 respostas em “Time Machine: O dia que The Boyz me conquistaram com Right Here”

foi sorte ou bom pressentimento ter conhecido com a melhor da carreira? kkkkk queria mas so fui saber deles com reveal😭 acho incrivel como uma música tão simples e mv básico podem ser tão divertidinho e até as roupas eu aclamo

ja me disseram que lembra love me right do exo mas n consegui ver mt semelhança…

esse park kyung é membro do block b q recentemente perdeu o processo por botar a boca no trombone e acusar alguns cantores ai de sajaegi kkkkkk mt louco

Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s