Categorias
Taemin

Comentando “Never Gonna Dance Again : Act 1”, o 3º álbum do Taemin

E aí, meu povo, como estão? Todos prontos para falar um pouco desse criminoso por dançar demais?

Quem viu a pauta de ontem sobre esse comeback do Taemin, sabe muito bem que eu fiquei perdido em como colocar o que eu sentia aqui no blog porque era tão bem feito, tão bem coeso e coerente com o que ele tem feito durante a carreira toda, e mesmo assim conseguiu ser uma sonoridade tão boa, tão nova.

Taemin tem mostrado um lado diferente nesses estilos de seu comeback. Foi o pré-release com 2Kids, que saiu bastante da curva do que eu poderia esperar dele, e agora com Criminal que segue a risca a sonoridade proposta para ele. Ele sabe o que pode fazer, ele sabe como cativar (Até porque se não é ele quem produz ou compõe, o que é um caso que não sei, o que resta a ele botar o gogó em jogo e dançar com seus passos complexos.

Ele retornou com a primeira parte de seu 3º álbum de estúdio, o que eu estava chamando de primeiro álbum, mas o conceito é primeiro álbum duplo (E não que faltou um googlada para eu simplesmente descobrir).

As b-sides abrem com Black Rose, com participação de um tal de Kid Milli. É uma faixa melódica, possui acordes fortes de synthpop misturados com um tom operesco trevoso, é um ato que também dialoga com a proposta do Taemin, uma sonoridade mais dark.

Strangers segue uma sonoridade semelhante que a faixa anterior, ela tem um instrumental em piano que dá um ar mais misterioso a faixa, os vocais sensuais dele trazem um aura 50 tons de Cinza e já podemos ter um reboot coreano colocando ele na trilha sonora.

Waiting For é uma faixa de flamenco e eu já vejo o Taemin naquela roupas mais justas que a força divina (Não que ele não use naturalmente) dançando mais sensualmente que o normal. E agora vamos com Famous, aquele comeback japonês que a SM reciclou na língua coreana para preencher espaço (Mas ignoremos porque a faixa combinou muito com a linearidade que o álbum vem tendo).

Clockwork é a primeira balada vocal do álbum, com um instrumental em piano num vocal mais melódico, uma pegada clean. Nada melhor que colocar um tic-tac de relógio numa faixa chamada trabalho de relógio. Um pouco clichê? Sim, mas nada que causemos caos.

Just Me and You é um faixa melódica que comoça como retrô e caminha como um uptempo vocal, com aqueles acordes semelhantes de música épica. Eu super vejo o Taemin dando uma de Taeyeon e lançando essa música como se fosse um I 2.0, mas é uma b-side, então ficaremos sem nada disso.

Por fim, encerramos com Nemo, uma balada vocal synthpop, bem calma e encerra bem essa primeira parte, mas nada que grite UAU!

Nota final: 90/100

É um álbum ótimo, tem faixas incríveis, assim como alguma sque estão ali para preencher espaço. As minhas favoritas são Criminal, Just Me and You e Strangers. Waiting For fica logo em seguida.

Agora, é esperar as promoções, se é que teremos, com o Covid para cima e para baixo e a SM colocando o Taemin para promover cinquenta projetos de uma única vez.

Link do álbum no Spotify!

Link do álbum no Youtube Music!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s