Categorias
Polêmica YG

Polêmica: Os novos grupos femininos da YG

Sim, amigos, no plural

E aí, meu povo, como vocês estão? Sem saber o que fazer de pauta porque ninguém lançou nada de interessante hoje?

Então, aproveitanddo o hype no anúncio do feat do BlackPink com a Selena Gomez, que muitos sites de informação estão jurando que foi uma péssima ideia porque as ações da empresa caíram, o que é costumeiro para a YG, mas não é isso que a fanbase pensa:

Vamos então falar de alguns rumores que estão despontando ultimamente pela própria YG e por alguns internautas coreanos, o que acaba refletindo algumas vezes aqui.

  1. Novo Girl Group da YG esse ano: as Baby Monsters

A empresa vem dando essa cartada há tempos, tanto que usei como zoeira de primeiro de abril esse ano, o que acaba quase se tornando realidade, pois a empresa, junto dos CEOs, estão jurando de pé junto que esse grupo ainda saí esse ano, o que acho um pouco apressado (?), mas levando em consideração o BlackPink e a fama do grupo, eu não acho que sejá dfesvatajoso para a empresa.

Se olharmos a carreira do BlackPink, esse full álbum, se tiver ao menos 10 músicas (ainda acho que deve ter ao menos umas 15, por ter a Interscope por trás do selo), ele vai render por mais de ano, então um comeback propriamente dito do grupo eu chuto só para 2022, o que dá certo um ano antes do fim do contrato delas, dando mais um ano de promoções e tchau e bença da YG, porque não creio que todas renovem contrato (Para mim, nenhuma).

Assim, 2021 será um ano vazio à YG, pois Winner e iKon estarão em hiatus pelos participantes irem ao exército, restando a Somi e a Anda da BlackLabel, que devem bater ao menos duas vezes por ano com um single. Teremos o Treasure sendo trabalhado como rookie e o Big Bang como veterano de guerra. Como a YG dá mesmo um comeback anual aos seus grupos, então colocar o Baby Monster nesse meio renderá bastante, até porque as meninas do BlackPink, teoricamente, estarão com as promoções do full álbum.

Se isso acarretará um turnê mundial dependendo dos avanços das vacinas, eu já não sei dizer.

2. Grupo Chinês da YG

Há também notas aqui e acolá da YG sobre uma parceria com uma empresa chinesa para o debut de um GG chinês, bem estilo o que a JYP tem com os kids dele na China ou o NiZiU no Japão. É válido, até porque com esses conflitos diplomáticos que a China tem com a Coreia do Sul, muitos grupos internacionais acabam sofrendo com disbands muito cedo, ou saída de integrantes por xenofobia. Em muitos casos, têm-se o caso do Lay do EXO ou do Yanan do Pentagon (Aliás, eu estou com uma ideia de uma pauta histórica para explicar essa situação entre os países), ambos membros chineses, muito famosos, mas em hiatus do grupo, focando em seus trabalhos no país natal.

Sobre o que podemos receber de conceito, uma vez que a YG nunca foi muito inovadora quando falou-se de conceito, talvez elas reciclem as demos da YG, assim como o WayV recicla as do NCT.

3. BlackLabel também debutará um GirlGroup

Deu a louca na YG e até a subsidiária vai debutar um novo GG. Na verdade, essa informação foi mais um rumor aleatório atirado na internet por um “internauta que diz ser parta dos staffs da YG e essa informação foi discutida em reuniões”.

BlackLabel não tem muita fama de ser boa administradora também, afinal é filha da YG, mas essa ideia é tão doida, mas pode ser o único GG que sairá do papel primeiro se for verdade. Talvez seja o efeito SM, já que a subsidiária da empresa também lançará um grupo feminino esse ano (Talvez seja adiado para o ano que vem com o debut do novo grupo da empresa com rumores para setembro).

4. Reality Show para ver quem debuta primeiro

Grupo novo coreano pela YG até que vai, novo grupo chinês até que eu aceito, um grupo pela subsidiária é loucura. Mas o rumor dado anteriormente fica tão fundo do poço de dizer que os planos da YG é fazer um reality show, estilo aquela pataquada que soltou o Winner x iKon ou o Treasure Box com o Treasure ex-13, para colocar esse monte de trainee juntas e ver quem debuta primeiro.

Primeiro que isso é cara da YG, mas depois do fiasco que foi o Mix9, eu não ousaria a colocar um reality show para os coreanos e ver o que eles pensam disso, ainda mais com o I-Land flopando pelo público coreano não ter possibilidade de voto ali.

Bom, tirando os itens 3 e 4 que é mais rumor, pois não tem nada oficial, ainda acho que até o ano que vem a YG soltou esses grupos femininos coreano e chinês para engolirmos mais algumas farofas até o BlackPink soltar um single digital em 2021 antes do disband. Espero trazer mais fofocas e rumores a vocês futuramente, beijinhos e até.

***

Sairei do tema principal, mas isso é mais importante.

Pessoal, para quem me acompanha nas redes sociais, sabem que eu me posiciono em muitos casos, eu não poderia deixar de relembrá-los da situação em que estamos passando, com os protestos nos EUA, no Brasil e em demais lugares do mundo. Estou fora do meu local de fala e posso fazer pouco perante isso. Contudo, não podemos esquecer que o pouco que façamos já é uma ajuda, mesmo que dentro da nossa limitação.

Para ajudar o Black Lives Matter, acessem o site e vejam o que é possível para ajudar na causa, mantenham-se informados, compartilhem isso. É o que peço, muito obrigado, e até um próximo post.

8 respostas em “Polêmica: Os novos grupos femininos da YG”

No caso do lay me lembro que na época o asian mixtape fez uma super cobertura sobre o caso
No caso de Coreia vs China o asian mixtape explicou a richa deles naquele posto imenso sobre a polêmica da tzuyu separatista

Curtido por 1 pessoa

Quero dizer que vc está errado e Blackpink não vai disbandar tão cedo, mas vindo da YG a gente espera qualquer coisa, né

E sobre esse single com Selena Gomez, espero que seja no mínimo 3 minutos de farofa, mas tbm não acredito que vá ser tão bom assim, acho que eu vou engolir que nem HYLT pq acabo gostando mesmo das PretoRosa

Sobre grupo feminino novo, sei lá, Treasure demorou tanto pra vir, acho q esse vai demorar tbm, e os blinks devem surtar se isso acontecer depois das promoções de BP né

Por fim, sobre a pauta histórica, acho interessantíssimo, li algumas coisas bem por cima qnd comecei a ficar muito curiosa sobre o pq o Lay não fazia comeback com o EXO, mas ainda está no grupo. Porém não acho que entendo completamente pq o Jackson não parece ter muitos problemas com o GOT7

Curtido por 1 pessoa

A diferença do GOT7 é, para mim, que o grupo todo faz sucesso na China e nenhum deles foi chutado ou pediu para sair por contratos abusivos como foi a C-Line do EXO.

Sobre o BP, eu falo na zoeira (Mas, como vc disse, YG é imprevisível), até pq elas gostam do que fazem, são mto amigas, vai ser estilo o 2NE1 (Só estou esperando o comeback delas), e com o contrato delas com a Interscope, capaz de saírem só dá

Curtir

Aaah sim, eu tbm fico curiosa se isso se aplica ao fato dos NCTs mal poderem falar abertamente sobre os membros ou o WayV em geral. Eu vi algumas fãs até indignadas com a SM por não deixar a china line do Dream falar sobre um antigo membro do 127 que agora é do WayV. Quer dizer, eles carregam o nome de NCT nas costas tbm, inclusive fazendo as versões chinesas das músicas do 127, mas não podem ser mencionados…

Curtido por 1 pessoa

Ahhh isso eu só acredito vendo… Acho provável economicamente, mas a YG espanta um pouco por tomar ações estranhas quanto ao gerenciamento de seus atos femininos (até hoje não entendo como eles não aproveitaram o hype da CL pra estourar ela na Coreia e no Ocidente), mas tudo pode acontecer… Revirei os olhos quando a JYP prometeu que as Wonder Girls voltariam e elas não só voltaram como lançaram o melhor trabalho de suas carreiras… Então vai que eu felizmente quebro a cara?

Estou EXTREMAMENTE feliz com este feat e estaria mais ainda se tivesse 15 faixas mesmo (deve ter uns quatro remix se for neste formato, mas ainda sim vai ter uma tracklist legal), sou fã da Selena desde fucking 2009 então vê-la com o BlackPink é quase como se meu eu selenator e meu eu blackjack se juntassem num só ❤

E sobre o post histórico, super apoio xD O ASIANMIXTAPE fez um bem grande na época da polêmica da Tzuyu, mas pelo que eu já estudei numa matéria de história coreana, tem relação com as dominações da China sobre o território coreano e o revisionismo histórico que a China fazia até pouco tempo (tipo, até os anos 90, livros didáticos na China falavam que não existia história da Coreia, que a península coreana era parte do território chinês, o que gera um grande conflito histórico entre os países, sendo que a mesma coisa acontece com o Japão… Tanto que é por isso que tem tanto dorama histórico da Coreia. Como eles exportam estes doramas pra toda a Ásia, é uma forma de "ensinar" os povos de que a Coreia tem uma história independente e própria)

Curtido por 1 pessoa

Eu queria fazer essas postagens históricas há um bom tempo, e pegando os detalhes do início da história que coloca até hj os conflitos das regiões (Até pq me ajuda com a parte de Atualidades dos Vestibulares), mas é aquilo, precisa de muito tempo para isso e é aquela pauta que costuma levar um dia, ao menos, para montar roteiros e passar para o WordPress (Até pq eu gosto de colocar MTA imagem para esses casos)

Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s