Categorias
Álbum Review EXO

Álbum Review: EXO-SC – What A Life

EXO-SC foi a segunda unit do grupo a debutar, focando nos rappers, Sehun e Chanyeol, com o primeiro EP deles, o What A Life…

Continuando na sequência de grupos que farão comeback nos próximos dias e a intenção é manter esse blog com, ao menos, dois posts por dia, vamos para mais uma review. EXO-SC foi a segunda unit do grupo a debutar, focando nos rappers, Sehun e Chanyeol, com o primeiro EP deles, o What A Life. O comeback deles está programado para o dia 13 de julho com o primeiro full álbum antes da ida de ambos ao exército (Por surpresa minha, Chen e Baekhyun também irão ao exército esse ano, e os dois são os principais solistas do grupo).

A faixa escolhida como single de trabalho também dá nome ao EP, What A Life é um hip-hop, que mescla estilos mais bubbleguns, como um trap com pop. É uma faixa divertida, mas não passa muita sensação de riqueza, como eles querem passar enquanto cantam.

Quando a faixa saiu, antes do blackout no blog, eu taquei muita pedra no conceito. Mesmo hoje eu escutando com mais frequência, não é uma faixa que me apetece muito, toda a pegada oppa deles, de homens ricaços com muitas mulheres, todo o carão deles não passa essa vontade. Sehun fica com cara de blasé o clipe todo, nem parece realmente que ele gostaria de estar ali.

Link do álbum no Spotify!

Track by track:

O EP contou com mais 5 b-sides, sendo duas trabalhadas como “singles”, mas como não houve divulgação, foram apenas clipes lançados. Just us 2 tem a participação de Gaeko (who?). Ela segue o mesmo estilo da title, um instrumental mais hip-hop, com pegada uma melodia mais calma, dando aquele aspecto mais fim de tarde, música de pôr do sol.

Closer to you já é um R&B nas suas entrelinhas, um vocal mais contido e uma pegada mais calma, uma boa continuação para a faixa anterior. O refrão não anima muito, fica estável e linear ao resto. Borderline é um faixa apressada. Por que digo isso? O instrumental parece que foi feito para ser acelerado, tanto que a faixa não passa de 3 minutos. Eu achei um instrumental confuso, com detalhes meio bagunçados de trap, sem saber para qual canto vai.

Roller Coaster é um hip-hop mais lento, que seria uma faixa mais romântica, bem vagarosa e que mantém uma paz. Por fim, encerra-se com Daydreamin’ é a balada vocal do álbum e, para ser bem inédita, a faixa dialoga com o… Isso mesmo, hip-hop.

Conclusão:

Title What A Life: 7/10;

MV What A Life: 5/10;

Álbum tracks: 21/30;

Nota final: 33/50.

Vendas e charts:

O álbum foi bem nos charts, com 19º na Oricon, 1º na Gaon e 8º nos álbuns mundiais da Billboard. Ele encerrou o ano em 12º pelos charts da Gaon. O álbum levou também alguns prêmios: o Disc Bonsang no Golden Disc Awards, e foi nomeado ao Disc Daesang. O debut levou 4 Wins nos music shows: Show Champion, M Countdown, Music Bank e Music Core. Numa contagem final, foram mais de 1 milhão de cópias vendidas do EP.

Considerações finais:

Quanto a coesão e coerência, o álbum é bem redondidnho, com uma faixa-título bem animada, e mais algumas b-sides que vão e voltam em timbres, velocidades e ritmos diferentes. Tudo gira em torno do hip-hop e, por ambos serem os rappers do grupo, a SM foi bem genérica nesse estilo. Claro, melhor que os single de cafeteria que o Suho lançou, mas o EXO-CBX ainda continua com uma discografia bem mais chamativa.

E essa foi mais uma review, até uma próxima, cuidem-se e beijinhos 😉

***

Sairei do tema principal, mas isso é mais importante.

Pessoal, para quem me acompanha nas redes sociais, sabem que eu me posiciono em muitos casos, eu não poderia deixar de relembrá-los da situação em que estamos passando, com os protestos nos EUA, no Brasil e em demais lugares do mundo. Estou fora do meu local de fala e posso fazer pouco perante isso. Contudo, não podemos esquecer que o pouco que façamos já é uma ajuda, mesmo que dentro da nossa limitação.

Para ajudar o Black Lives Matter, acessem o site e vejam o que é possível para ajudar na causa, mantenham-se informados, compartilhem isso. É o que peço, muito obrigado, e até um próximo post.

3 respostas em “Álbum Review: EXO-SC – What A Life”

Eu não gosto de What a life, mas passei a escutar as outras músicas, então talvez eu esteja levemente interessada nesse comeback, sem expectativas.

Pra mim dentre os derivados do EXO, o primeiro mini álbum solo do Baekyung ainda é meu preferido, eu absolutamente gosto de todas as músicas, e nem sou fã do EXO.

By the way, metade do EXO vai terminar esse ano no exército, e o BTS não mandou umzinho ainda?! Não creio que eles vão se safar…

Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s