Categorias
Road to Kingdom/Kingdom

Road to Kingdom – S1/EP6: Mudanças nos rankings

E aí, meu povo? Como vocês estão? Espero que bem porque hoje é dia de review do Road to Kingdom dessa semana e, por u milagre, creio que sairá antes das 18h. Vamos recapitular o que aconteceu semana passada: Final da segunda etapa com o The Boyz arrastando o primeiro lugar consigo, Golden Child dando tchau por ter flopado mais que os outros, início da terceira etapa com os novinhos do TOO e VeriVery arrancando a cabeça de todo mundo com ON do BTS.

Agora, para essa semana, ficamos com a classificação parcial da terceira etapa e o início da segunda parte. Como mostrado anteriormente, Pentagon e Onf se encontraram na CUBE para decidirem qual música e quais participantes estariam na performance. Por uma escolha que Hui, eles escolheram fazer um cover de girlgroup e, como ele já tinha feito um cover de Kill This Love, escolheram essa música e o Hui ficou encarregado de remixar os arranjos.

Gastaram meia hora para escolher o nome da unit como se fosse obrigatório e como se fosse mudar algo (A não ser que tenhamos um feat futuramente, o que acho bem do impossível). Por fim, os integrantes a participar eram Hui, Wooseok e Kino do Pentagon, Wyatt, J-US e Hyojin do ONF.

O mais divertido dos ensaios foi o vocal de todo mundo sair cagadíssimo e o Hui tendo que arrumar, mas quando chega no Hyojin e sai perfeito de primeira, nem o garoto acredita.

Aí eles já cortaram para a apresentação que, por mais aclamada que tenha sido, para mim continua sendo a pior até agora de tão terrível que é o arranjo.

Assim, partimos para a última da noite, com o The Boyz e o Oneus, que decidem recriar Heroine da Sunmi, sobre tentar achar a si mesmo, usando cenas dos fanchants de todos os participantes, como uma forma de apoio e homenagem a todos os grupos.

Essa cena me arrancou muitas lágrimas

A apresentação deles foi bem mediana, caindo bastante do que ambos entregaram na semana anterior. Assim, tivemos o ranking final da primeira parte:

  1. Pentagon e Onf
  2. TOO e VeriVery
  3. Oneus e The Boyz
1º lugar dos meninos resultou em muitas comemorações, assim como a biscoitagem de um deles
MAS também tivemos lágrimas do Kino, por ser a primeira vitória dos meninos desde o debut.

Disso tudo, o placar final foi:

  1. ONF
  2. Pentagon
  3. The Boyz
  4. VeriVery
  5. TOO
  6. Oneus

Os mais prejudicados foram o Oneus que, de 4º, caíram para último, com risco de serem chutados do programa.

Disso, tivemos a revelação para a segunda parte da rodada: antes da segunda fase, cada grupo escolheu uma música da qual gostariam que outro grupo fizesse um cover. Disso, a partir do sorteio, cada grupo apresentaria a canção escolhida pelo parceiro, exemplo: Onf escolheu a que o Pentagon faria um cover. Sem saber, claro.

Se estão pedindo desculpas, é porque escolheram o cão de música.

E a ordem das apresentações, além da música escolhida foi:

  1. Oneus (Be Mine, do Infinite) – Escolhida por The Boyz;
  2. TOO (Hard Carry, do GOT7) – Escolhida por VeriVery
  3. ONF (It’s Raining, do Rain) – Escolhida por Pentagon
  4. Pentagon (Follow, do Monsta X) – Escolhida por ONF
  5. VeriVery (Gogobebe, do Mamamoo) – Escolhida por TOO
  6. The Boyz (Shangri-la, do VIXX) – Escolhida por Oneus

Agora eu só fiquei em dúvida sobre qual música o Golden Child teria escolhido.

Disso, tivemos já apresentação da segunda etapa, começando com Oneus e o cover de Be Mine, o qual falarei melhor num post solo, já que eles só enrolaram quem seria o Romeu da apresentação, já que usaram a peça Romeu e Julieta para inspiração.

Os segundos a se apresentaram foi o TOO que, na época, estavam fazendo a promoção de Magnolia e, como eles fariam um cover de GOT7 e GOT7 estava promovendo o último comeback deles, os meninos decidiram fazer uma visita aos boys mais velhos.

Essa interação entre os veteranos e os mais novos é uma coisa muito legal de se ver, uma vez que eles realmente precisam de ajuda, uma vez que a concorrência está cada vez mais acirrada. E é isso que eu gostaria de ver mais, na verdade, essa interação com idols que estão ali, no páreo, mesmo sabendo que GOT7 é anos luz mais famoso que o TOO.

Claro que eu não soltaria ao meu grupo novato não fazer o cover na minha própria música, pois sei que é difícil, como o bonito aí em cima disse. Óbvio que todos sabemos que Hard Carry é uma dança muito complexa e uma música bem única para o seu lançamento, então apresenta-se suas dificuldades. Os meninos deram algumas dicas ótimas, ainda maias que os próprios integrantes do TOO se apresentaram um pouco, com a parte de rap principalmente. Além do mais, eles falaram para os meninos mostrarem a própria imagem, sem depender do que o GOT7 já tenha feito.

A apresentação deles foi bem legal, mas achei que faltou algo que desse uma impressionada amais. Diferente deles, ONF mostrou ao que veio e decidido a manter o 1º lugar, pois mesclaram sua música com uma autora, além de fortes referências de Billi Jean, do Michael Jackson.

Acho muito difícil um grupo fazer algo tão memorável num cover do que na própria música. São raros os casos, mas essa aqui passou tão batida para mim. É boa, mas sei lá, parece mais uma apresentação perdida.

Por fim, esse foi um resumão bem resumido, o episódio dessa semana rendeu poucos conteúdos, não deu para zoar com muito, além do que dava para fazer (Exatamente nesses episódios que o Queendom deu aquela enrolada para cumprir agenda).

No próximo episódio, teremos a última eliminação, além do ranking final e os possíveis ganhadores dessa rodada que, para minha surpresa, The Boyz pode ficar bem fora do Kingdom se eles não conseguirem tomar o primeiro lugar.

Bom, é isso, cuidem-se, e até um próximo post.

Episódios e Postagens:

  1. Regras
  2. Song of King
  3. Episódio 1
  4. Episódio 2
  5. Episódio 3
  6. My Song
  7. Episódio 4
  8. Episódio 5
  9. Colaborações

***

Sairei do tema principal, mas isso é mais importante.

Pessoal, para quem me acompanha nas redes sociais, sabem que eu me posiciono em muitos casos, eu não poderia deixar de relembrá-los da situação em que estamos passando, com os protestos nos EUA, no Brasil e em demais lugares do mundo. Estou fora do meu local de fala e posso fazer pouco perante isso. Contudo, não podemos esquecer que o pouco que façamos já é uma ajuda, mesmo que dentro da nossa limitação.

Para ajudar o Black Lives Matter, acessem o site e vejam o que é possível para ajudar na causa, mantenham-se informados, compartilhem isso. É o que peço, muito obrigado, e até um próximo post.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s