Categorias
Álbum Review Twice

Álbum Review: Twice – Feel Special

Twice fará o comeback com seu 9º de estúdio no início de junho. Assim, como não estou com tantas pautas a toa para fazer, achei melhor começar a fazer uns reviews dos antigos álbuns delas até o lançamento do More & More (Pensei em fazer dos EPs do BlackPink, mas com o full delas saindo só em setembro, é bom esperar o hype então).

MV e Title:

Feel Special continuava com aquela leva de amadurecimento que as meninas estavam tendo. Mesclando referências tropical, dance, disco, além de bubblepop que é a marca fixa do grupo, entregaram um faixa mais fina e chique do que antes vistos. Além disso, a letra da música cai naquilo de ser especial e se sentir assim, escrita pelo próprio JYP, mas descrevendo os sentimentos das meninas.

O MV não fica para trás quando eu disse sobre ser chique: o uso de dourado e ambientações que remetem ao clássico e fino são a principal fonte das meninas, desde arranjos e decorações. Para encerrar, a participação da Mina, integrante em hiatus a época devido a problemas de ansiedade, tornou o comeback bem marcante e motivo aos Onces, fandom do grupo.

Track by track:

Contendo 5 faixas inéditas, mais a title e a versão coreana de Breakthroug, comeback japonês delas, o EP começa com Rainbow, uma faixa que mescla tropical com disco house, dando um ar de continuação à title, além de animar muito bem após uma faixa dançante, mas com letra mais simbólica.

Get Loud, se não é a melhor delas, é uma das melhores b-sides das meninas. Toda a construção de dance com eletropop criou uma das faixas mais dançantes delas, sendo algo que veríamos o Kara lançando, pois sai bem do quesito bubblegum que as meninas trazem desde o debut (Presente até hoje nas minhas playlists). Em seguida, vamos com Trick It, uma uptempo mais grave, em que trabalha-se bem mais o PC music bem leve, sem as altas alterações de timbres que o ITZY usa, por exemplo.

Love Foolish é a próxima b-side. Assim como a anterior, há mesclas de timbres mais graves e PCmusic com um eletrônico, que caem muito bem com os vocais mais miados das meninas em certos pontos. Isso não esconde as integrantes com vocais nada agudos, as quais brilham bastante.

Encerando as originais, temos 21:29, é uma balada vocal, com acordes bem simples de violão e tals, com toque de sintetizadores É aquilo, poucas assim fazem efeito comigo. Por fim, encerramos com a versão coreana de Breakthroung e, pelo amor, JYP, elas não estão fazendo 50 comeback ao ano para reciclar singles japoneses na Coreia e vice-versa. Amo a música, mas nem da para passar para para isso.

Conclusão:

Title Feel Special: 8/10;

MV Feel Special: 9/10;

Álbum tracks: 25/30;

Nota final: 42/50.

Charts e vendas:

Felizmente, consegui achar o total de vendas do EP das meninas na primeira semana, batendo a marca de 154,028 cópias físicas na Hanteo, sendo o álbum mais vendido por um Girl Group em 2019 (Até a data do artigo que eu achei), batendo o próprio recorde, antes com Fancy You.

O álbum atingiu altos picos na primeira semana em muitos lugares pelo mundo: 35º na França, 3º na Oricon com o físico e 2º com o digital, 13º na Billboard japonesa, 10º na Billboard estadunidense, 1º na Gaon, entre outros. Nos charts anuais, ele ficou em 50º na Oricon e 10º na Gaon. A title atingiu 1º na Hot 100 coreana, 2º na Gaon e 1º US World Digital Song Sales.

Além disso, o mini álbum atingiu certificação de platina pelas suas 250 mil vendas, conseguiu Álbum Bonsang na 34th Golden Disc Awards. No total, foram 7 Wins nos Music Shows Coreanos, um MTV de melhor b-side de Kpop em 2019 com faixa Love Foolish e um “10 melhores kpops de 2019” pelo South China Morning Post com Feel Special.

Considerações finais:

O rap da Dahyun na title é meio perdido se olharmos a construção da música como um todo, que é apenas uma ponte que está ali para a Jihyo e a Nayeon brilharem no último refrão. O MV é lindo, mas o mesmo estilo cortado focando as 9 em ambientes diferentes é bem batido. De resto, o álbum está ótimo, com algumas ressalvas para as reciclagens e baladas sem muita emoção.

Com isso, esperamos que o 9º mini álbum delas quebre esse recorde (Ainda mais com o estouro que os GirlGroups estão esse ano e a explosão de vendas do full álbum do IZ*ONE). com isso, até uma próxima, cuidem-se e beijos!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s