Categorias
Bvndit

Bvndit são as rainhas em Jungle

Olha, se alguém acha que tem um timing horrível, lembrem de mim ontem lançando uma pauta sobre o primeiro mini álbum delas enquanto a live do MV de Jungle rolava no YouTube. Outro detalhe é que estou sem computador, então fazer algumas pautas serão mais complicadas, como a do Road to Kingdom no sábado. Se tudo der certo, até lá, eu estarei pleno com meu computador de volta para trazer o Review (Espero).

Então, vamos falar das novas rainhas da selva e o mais novo single delas, Jungle.

Jungle seguia o que eu esperava do singles delas: uma faixa com a identidade delas, que saia da linha demo da Chung Ha, assim como Cool foi, uma coreografia marcante, visuais mais que perfeitos e lindíssimos. A faixa mistura toques selvagens com Bubblepop e um pouco de tropical, mas sem cair na mesmice de sempre.

O MV é um dos mais produzidos delas, e levando em consideração que temos já 6 delas, e de todas as formas e jeitos. Aliás, corona fazendo aquele teatro estar com o aluguel baixo, porque Jessi com Who Dat B e BTS com Black Swan gravaram naquele lugar (Que é maior do que esperava). A única parte mais “fraca” foi o break dance, porque não foi agitado e animado como de Dumb. Contudo, os passos da Seungeon são para lá de perfeitos (A jogada de usar os braços para evitar o cabelo na cara foi perfeitas demais).

Junto, tivemos o 2° mini álbum delas, e mais algumas reciclagens de singles anteriores.

Cool é aquele single alegre que cai bem em qualquer estação do ano, mas o verão pede mais. A forma como o MV foi elaborado com as montagens e uma fotografia interessante deixa tudo mais forte.

Children ja é uma balada vocal mais midtempo, pois reflete muito um tropical mais grave, o MV é incrível com esses desenhos e tals.

E tivemos mais duas faixas, a intro Carnival, que dá nome ao EP, uma track mais tropical com sonoplastia de animais, além de mesclar com EDM. E mais a b-side Come and Get It, a qual usa muito do trap e darkpop para criar a sonoridade. É um tipo de faixa que funciona mais como álbum track mesmo do que title, pois não combina com o estilo mais farofa dela (Impressionante que dá para chamar de farofa étnica, porque elas já pularam muito de estilos que terem muitos estilos estrangeiros).

São músicas excelentes, elas vem mostrando facetas muito claras do que querem seguir, além de já distanciarem da discografia da Chung Ha, por serem da mesma empresa.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s