Categorias
Sem categoria

O teen crush está vivíssimo com Rocket Punch

Depois de um debut bem controverso, uma vez que elas trouxeram um teen crush experimental e híbrido, assim como Weki Meki teve com I Don’t Like Your Girfriend, Rocket Punch está de volta e, pelo que vemos de Bouncy, está bem claro que a Woollim não tem interesse em fazê-las sair desse conceito, e eu agradeço muito por isso.

Title e MV:

Bouncy é o que eu chamo de melodia híbrida, pois a construção dela revela dois estilos bem diferentes. Todo o instrumental é construído em cima de um EDM, bem dance house, com pegadas de trap que, se não fosse pelo refrão que muda totalmente, além dos vocais femininos, poderia ser algo que Lil Nas X lançaria (Isso se ele não estivesse disposto a fazer um Old Town Road 2.0 acontecer). Como falei, o refrão caminha para o mesmo EDM, contudo a linha trap pula fora e fica apenas no bubblegum, o que, tecnicamente, muda bem o estilo da construção toda. O dance break não entrega muitas mudanças, a não ser as bonitas em uma coreô difícil em cima de um salto alto.

Sobre o MV, não tem muito o que falar a não ser que está maravilhoso. Toda a construção das cenas, a forma como toda a fotografia combina com o estilo da música, com o nome do álbum, uma vez que seguem a linha de tons em vermelho. E, o mais importante, é divertido de assistir, pois não tem teorias em lugar nenhum (A não ser que você esteja com algum tipo de substância em seu corpo, mas isso não faz parte da minha ossada).

Álbum tracks:

Percebemos que a Woollim não economiza nas meninas, pois é o primeiro comeback e o segundo mini álbum delas, coisa que não vimos muito em grupos, pois eles jogam single álbuns até estabilizar. Além do mais, menos com uma intro, o EP conta com 7 faixas, o que é quase um full álbum. Falando em intro, RED PUNCH tem uma forte pegada no EDM bubblegum, dissolver isso em uma faixa completa entregaria um hino EDM que o Stray Kids lançaria.

So Solo é a primeira b-side. Ela está entre um bubblegum e dance house, principalmente o refrão que eu vejo um MV em uma discoteca bem anos 1960. Fireworks é um tropical house bem gostosinho de ouvir, bem genérico também. Elas lançariam como single se fosse uns 4 anos atrás. Paper Star é a primeira baladinha do álbum, o que poderia significar uma queda brusca de nos estilo das músicas seguintes. Essa track não tem nada demais, tanto que poderia ser alguma title do Lovelyz, por exemplo, pois tem toda a melodia mais angelical.

Lilac lembra muito um solo da Taeyeon (Quem sabe não temos a nossa follow-up de I), o que é um ponto positivo para elas. Toda a pegada que remete uma balada, mas o instrumental mais agitado, lembrando um EDM contido, e o high note no final. Felizmente amando essa aqui. Girl Friend era esperada por mim desde o anúncio do álbum preview, toda a construção parece ser uma balada, mas o refrão cai em uma uptempo eletrônica, com sintetizadores que dão um ar juvenil a música. Porém, quando você acha que acabou, o refrão final tem um up em uma pista que estoura. Certeza uma das melhores b-sides que eu já ouvi.

Conclusão:

Title: 10/10;

Music Vídeo: 10/10;

Álbum Tracks: 66/80;

Total: 86/100.

Considerações finais:

Comecei a dar notas em EPs a partir do iKon, o que pode ter dado uma impressão ruim sobre mim quando o quesito em boygroups, ainda mais que agora um ato feminino me entrega farofas enormes e perfeitas, fazendo o álbum delas estourarem perto dos 90 pontos. Claro, aquele tropical house e dance house não foram espetaculares, e a baladinha clichê foi bem duvidosa. Contudo, mais que felizmente, a title, a intro e as duas últimas tracks foram perfeitas. Abriram e fecharam o mini álbum com tudo. Não sou do fandom do grupo, mas posso pensar nisso futuramente, pois elas estão me impressinando demais.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s