Categorias
Everglow KPop Mini Álbum/EP Sem categoria YueHua

Everglow retornou com tudo!

Um dos rookies mais aclamados do ano passado, Everglow teve um debut muito bom e um comeback com Adiós que atraiu muito mais atenção para as meninas. Com isso, esperava-se um comeback pelo início do ano, a fim de comemorar o primeiro ano do grupo.

A title Dun Dun não inova em nada, é a mesma faixa explosiva TryHard com um EDM fritação no refrão. Entretanto, você ouvir isso pela primeira vez é tão marcante, o vocal das meninas está impecável (Até a Onda participou, gente. Já pode ir conversar com a Shuhua do (G)I-dle sobre como não ter linhas puras), o refrão tem aquela coreografia perfeita e que te segura a todo momento, fora aquele dance break no final que é de arrasar os corações. O MV não fica atrás em nada, houve uma evolução enorme desde Bon Bon Chocolat, com muito cenário, um fundo verde usado de forma tão ótima que nem dá para perceber às vezes. O figurino das meninas está no ponto, todas bem luxuosas e muito chamativas.

Junto da title, elas tiveram o primeiro mini álbum, com mais três b-sides. O EP abre com Salute, uma faixa que remete muito a faixas de protesto girl power, especificamente com o refrão gritando “Salute to my ladies!”. A melodia é bem energética, segue um teen crush que não renderia tanto como title, mas como álbum tracks é bem aproveitável, ainda mais com todo o ar tropical que ela traz, sem cair do Tropical House de sempre. A próxima é Player, ela já se aproxima mais da title do que as demais, toda a construção de trap e hip-hop entrega um ar maduro aos vocais das integrantes. O refrão, contudo, salta para em EDM, bem aquele estilo que o Martin Garrix arrastaria para uma faixa inteira.

Por fim, encerramos com No Lie. Ela é uma pista com acordes mais frescos de um Dance House, talvez seja trabalhada como sub-title.

É totalmente visível que Everglow tem mais apelo no ocidente, ainda mais com elas seguindo um estilo que a Coreia não deita tão facilmente e, quando deitou, é para um grupo apenas (BlackPink faz a festa nas vendas físicas e charts de lá), então focar no que os fãs querem aqui é o mais aconselhável mesmo. O que eu não entendo é esse foco enorme que a empresa está dando para a Mia e esquecendo a Onda no porão na hora de gravar os vocais, porque uma cantou 47 segundos e a outra nem teve linhas puras, basicamente (Tipo Shuhua em Latata ou Señorita, básicamente). Óbvio que tem uma explicação, isso vai sair uma hora, então é aguardar e aproveitar essa perfeição de comeback.

2 respostas em “Everglow retornou com tudo!”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s