Categorias
Pop

Resumão da semana: Shakira, TXT, Lexa, Charli XCX, e outros!

E vamos de mais um resumão do povo que merece uma luz ao sol, mas não com um post solo.

Kevin O Chris e Ferrugem – Romance Proibido

Kevin O Chris e Ferrugem lançaram uma música juntos, que não passa de uma mid-tempo com ritmos de funk para rebolar a bunda enquanto está pensando na vida. Não tem nada demais nela, até que é boa (Engraçado é o clipe ser gravado em um show e só ter gente branca… Okay, né?).

MC Jottapê feat. Lexa – Bate Palma

Jottapê estourou com a série brasileiro do Kondzila na Netflix (Não vi porque não gostei muito). Para não perder o costume, a música é um funk para tocar em festa e tals, mas achei ela parada em muitos pontos, não tem nada que estoura ela ou que fique em níveis mais alto.

Galantis feat. Charli XCX – WE ARE BORN TO PLAY

E essa parceria entre a Charli XCX, Galantis e a Nintendo, meu Deus? É uma perfeição enorme, o clipe está impecável, é um colírio aos olhos, a música, mesmo com o conhecido sample de Mario, é incrível, é isso que farofas pedem. Dona Nintendo, queremos mais divulgações dessa forma! Coloquem a Universal para trabalhar!

Hayley Kiyoki – She

É impressão minha ou a Hayley está aproveitando da mesma demo nos últimos lançamentos? Olha, gosto das músicas delas, mas estão tão básicas. Ela tem um talento enorme, vocalmente é agradável ouvir, fora todo o trabalho que ela coloca nos clipes e nas músicas, com interpretações e apoio a comunidade LGBTQI+ (Posso já ter ouvido essa música e estar confundido, então vamos esperar).

Shakira & Anuel AA – Me Gusta

Olha, que a Shakira estava voltando ao reggaeton era óbvio, mas essa aqui grita demais o estilo proposto. Não é ruim, mas não inova nada, comentei no último resumão que é o caso do J Balvin e do Nicki Jam. O lyric está muito bem feito, a letra é bonita, é um prato cheio aos amantes desse estilo, mas quem escuta esporadicamente, acha entediante.

TXT – Run Away (Versão Japonesa)

Os irmãosinhos do BTS, por fim, estão fazendo seu barulho na Ásia como era o esperado pela empresa. Claro, apesar do BTS causar muito lá também, é visivel que o ocidente engole muito mais facilmente o estilo deles, então socar um aegyo ou um olhar mais inocente neles seria loucura. Então, o debut do TXT veio a calhar. Run Away foi o primeiro comeback deles, então aproveitaram a faixa e lançaram um clipe para o mercado japonês. E, olha, eu gostei muito mais desse aqui do que o original. A música é boa, juntou com o clipe bagaceiro que esse ficou, então é um prato cheio.

Krewella – Greenlights

A dupla Krewella é estadunidense (Eu jurei que elas eram do oriente médio pelas pegadas que usam nas músicas, caí do cavalo!) e vem se mostrando com um toque diferente nas músicas. Contudo, Green Lights segue uma linha mais básica e comercial de EDM do que as anteriores, tem um lado genérico, muito boa, aliás. Elas vem se mostrando bem fortes, só não sei porque não estouraram ainda mais.

Tove Lo – Bikini Porn

Tove Lo dificulta cada vez mais eu ter as músicas nos meu celular por causa dos nomes. Detalhes a parte, foi uma surpresa o lançamento dessa e do clipe, já que não faz seis meses do lançamento do último álbum. A música é uma delícia de ouvir, tem uma vibe tropical que gruda no cérebro e não solta mais, uma boa recomendação para ouvirem. O clipe é bem básico, gravações com celular e efeito vintage, nenhuma novidade.

Louisa – Like I Love Me

Depois de sumir por um longo tempo, já que Louisa não deu certo com nenhuma gravadora, ela lançou essa aqui (Eu pesquisei e vi que ela está em uma subsidiária da Sony Music). Ela tem um vocal ótimo, uma presença de palco impecável, mas as músicas destoam muito. Ela foi de Best Behavior, um EDM cantado, até Yes, um farofão estilo Christina Aguileira no início do século, agora vem com uma mid-tempo vocal. Ela deve estar se achando, o que é super natural para quem começou há pouco tempo, e foi chutado da gravadora, então vamos aguardar. É gostosinha de ouvir, por sinal, mas não cheira nem fede.

Zombies 2 – We Got This

Músicas da Disney são tão óbvias que quando saem da linha todos se surpreendem. Porém esse não é o caso, talvez o Now United lance uma nesses estilo futuramente, ou algum grupo de Kpop explore o lado Disney da força (Tivemos Red Velvet com Umpah Umpah e Weki Meki com Tiki Taka, qual será o kpopeiro a fazer isso?).

E esse foi o resumão, até um próximo post. Estou com planos para o review do álbum da Halsey, mais um previsões para 2020, além de um de polêmica para atrair um buzz aqui. Ah, e bebam água, está muito quente!